Go to Top

Como é um carro de mulher?

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Você sonhava em ter seu próprio carro, aí você cresceu, tirou sua carteira de motorista, com muito suor (ou não!), e agora pode dirigir. Uau! Você tem liberdade para ir aonde quer e sem depender de ninguém. Mas agora enfrenta um pequeno problema: SEU CARRO É UMA ZONA. Pelo menos é o que dizem os seus amigos, seus familiares, e o seu namorado ou marido. Mas que injustiça!

Você não é bagunceira, nem desleixada com o seu automóvel, você só tem uma vida social agitada, convenhamos, não é de propósito que dentro do seu carro habitam três pares de sapato, oito casacos, centenas de objetos de maquiagens, um vestido de festa (caso você precise, porque vai que né?), e ainda aquela sacola de roupas que você emprestou da amiga e não teve tempo de passar devolver. Como dar carona pra alguém, sendo o seu carro um guarda-roupa ambulante?

Nós vivemos de dieta e preferimos jogar os potinhos de iogurte, embalagens de barrinhas de cereais, e latinhas de suco verde vazias em baixo do banco. Quem joga lixo na rua entope bueiro! E quando uma de nós começa a academia? É uma mochila a mais, um par de tênis a mais, isso sem contar nas marmitas vazias. Preciso dizer que eu o que me inspirou a escrever esse texto, foi a minha própria vida, e admito com uma certa tristeza: meu carro é uma zona! Mas quero sair em defesa de todas as mulheres que vivem a mesma situação. Nos entendam! É tudo culpa dessa vida moderna e agitada, em que precisamos ser profissionais, mães, mulheres, namoradas, alunas, e filhas, de uma só vez! Quem aguenta?

Somos maquiadoras com pincéis espalhados pelos tapetes, arquitetas com botas cheias de barro no porta malas e plantas enormes que ocupam o banco do carona, somos fotógrafas com lentes, mochilas e pacotes de fotos prontas para entregar, professoras com milhares de provas para corrigir, corretoras com contratos, médicas e dentistas sempre com uma peça de roupa branca para trocar. Somos centenas, somos milhares, somos milhões. Somos bagunceiras mesmo! Comemos, nos maquiamos e falamos ao telefone ao mesmo tempo, e o melhor de tudo, sem perder a classe. Mulher que é mulher dá conta de tudo, e um carro que é restaurante, guarda roupa e escritório, combina com a gente, é mil e uma utilidades!

Quero conhecer você, me segue? 
Insta: @na.silveira Snap: na_silveira
Venha conhecer o Canal do A Terapia de Alice aqui 
Acompanhe A Terapia de Alice também no Instagram ♥

Cópia_de_segurança_de_Bases_natalia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *