Go to Top

O intervalo entre duas felicidades

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Não faz o meu perfil palavras de incentivo à autoenganação do quanto você é melhor do que um amor que te desprezou. Dentro do meu coração também tem dor de cotovelo, é claro. Tem história mal resolvida. Tem dúvida e incerteza, igual a todo mundo. Só que ao invés de esconder todos esses sentimentos embaixo do tapete e fingir que eu sou bem resolvida porque eles não existem, eu gosto mesmo é de colocar tudo pra fora, dizer sem vergonha o que eu sinto, e ser bem resolvida por essas últimas razões.

Existir dói. E isso não é frase de quem curte um drama. A verdade é que a felicidade sem analisar nossas dores é ignorante. Quando você se dá conta da sua existência, tudo dói. Dói morar longe de quem a gente ama, dói morrer de saudade, dói ter um ego que não permite aceitar não ter sido o autor do fim de um relacionamento. E aí está a parte mais linda da existência: saber que existe alguém que amamos a ponto de nos entristecer a distância constante, e é preciso saber agradecer até por ter vivido um relacionamento que te fez sentir completa de paixão (ainda que tenha sido um sentimento unilateral) a ponto de ferir o seu ego por ter acabado.

É difícil ser grato pelas nuvens carregadas de tempestades que às vezes andam sobre a nossa cabeça e demoram a esvaziar. Mas se não fossem elas, não saberíamos o quanto é bom um momento de felicidade plena. O sofrimento é o intervalo entre duas felicidades, contou Vinícius de Moraes. Duas felicidades!

Então, se a sua vida parece escuridão, aguarde ansiosamente pelo amanhecer. O segredo é ter isso em mente para poder desfrutar dos aprendizados que o sofrimento pode proporcionar. Autoconhecimento, reciclagem de relacionamentos, reconhecimento de quem realmente está ao seu lado, assimilação dos acontecimentos e outras maravilhas que (in)felizmente em momentos de êxtase, a gente nem se dá conta.

Esse intervalo, que a partir de agora já sabemos que nada mais é um sinal de que algo muito bom passou e indício das coisas boas que estão por vir, é necessário e precioso. Deixe que os sentimentos ruins se esgotem e esteja de pé para um recomeço incrível. Olhe pra dentro, respeite a dor, se inunde de você mesma e se prepare para um ápice de felicidade que está por vir. A vista do final do túnel é linda!

Tô no snap, me acompanha por lá: priscilaribas <3

Acompanhe A Terapia de Alice também no Instagram ♥

Bases_Assinaturas_ATerapiaDeAlicePrile

16 Respostas para "O intervalo entre duas felicidades"

  • Gabrielle
    25 de junho de 2015 - 13:04 Responder

    Texto lindo <3
    Acompanho o blog faz pouco tempo, mas em cada momento q estou passando um texto desses me emociona e me ajudar a ficar de pé novamente.

    • a terapia de alice
      25 de junho de 2015 - 13:22 Responder

      Gabrielle querida! Ficamos felizes por você se identificar! <3

  • Tais Valommim
    25 de junho de 2015 - 14:43 Responder

    …porque a vida é uma escalada e a vista é ótima!

    Texto lindo! In love com a pg! :*

    • Priscila Ribas
      10 de julho de 2015 - 10:33 Responder

      Obrigada querida! <3

  • Ana Lucia
    25 de junho de 2015 - 18:49 Responder

    Texto maravilhoso…. Esta jornalista é fantástica!!

    • Priscila Ribas
      10 de julho de 2015 - 10:32 Responder

      Linda! <3

  • Aline elen
    26 de junho de 2015 - 14:02 Responder

    Uau, arrasou pri .. muito lindo o texto!

  • Márcia Silveira Basko
    1 de julho de 2015 - 20:10 Responder

    Muito bom seu texto!!!

  • Taiana
    27 de julho de 2015 - 13:17 Responder

    Lindo texto, simplesmente apaixonada!

    • a terapia de alice
      3 de setembro de 2015 - 14:05 Responder

      Ai, que alegria ler isso! <3

  • Jéssica Almeida
    28 de agosto de 2015 - 14:23 Responder

    “Olhe pra dentro, respeite a dor, se inunde de você mesma e se prepare para um ápice de felicidade que está por vir. A vista do final do túnel é linda!”
    Com certeza!!! Lindo texto, só li verdades, rs.

    • a terapia de alice
      3 de setembro de 2015 - 13:52 Responder

      Ficamos felizes por você ter se identificado! <3

  • EC
    8 de outubro de 2015 - 19:50 Responder

    O sofrimento é o intervalo entre duas felicidades

    Bem verdade, já tinha ouvido e realmente é bem isso.

    Bem EU (eu gosto mesmo é de colocar tudo pra fora, dizer sem vergonha o que eu sinto)

    Prisicla, PARABENS, REALMENTE INCRIVEL

    • a terapia de alice
      13 de outubro de 2015 - 09:41 Responder

      Muito obrigada! <3

  • Vanessa
    8 de agosto de 2016 - 11:49 Responder

    Alguém muito especial copiou essa frase e colocou no status dele. O sofrimento e o intervalo entre duas felicidades. .. pena que me corvadei a viver tudo que gostaria.

  • Fernando Cardoso
    22 de junho de 2017 - 22:34 Responder

    Obrigado pelo texto, depois de um dia desiludido vou or dormir mais feliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *