Go to Top

Amor que chega devagar

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Um belo dia, estava eu, vivendo meus deliciosos dilemas, quando fui apresentada para ele. Instintivamente, meus sentidos ficaram tentando ler e decifrar tudo o que ele dizia e o que não dizia. Sem saber exatamente como ou porquê, eu sabia, assim logo de cara: ele ainda vai protagonizar uma história comigo.

Sem pretensão alguma de qualquer contato com cheiro de segundas intenções, fui para casa e como boa sonhadora, dei asas àquele sentimento. Pensei nós prós, ponderei sobre os contras. Projetei situações e depois de muito imaginar e imaginar, cheguei à conclusão que normalmente chego depois de minutos sonhando: “a vida vai me surpreender, tenho certeza”.

Sou dessas que gosta de amor que chega devagar, me encanta cada pequena evolução que um romance passa. A primeira troca de olhar, que de tão intensa, se repele, como imãs dispostos na mesma polaridade. A conversa sem graça que depois se torna um papo que fluí sem hora para acabar. A declaração, o beijo, o carinho, a intimidade, a parceria e por aí vai.

Quero tudo isso, mas eu não tenho pressa alguma para acontecer. Diferente da minha necessidade de ruas sem trânsito, internet rápida e fast food, quando o assunto é amor, eu gosto que ele venha bem devagar. Eu gosto de assimilar todo e qualquer acontecimento, com calma e com carinho.

Pode ser que demore, pode ser que eu até desista de você por um tempo, mas esse tipo de coisa já aconteceu comigo, e como disse antes, eu sei que a vida tem suas próprias manobras para entrelaçar outras vidas.

Por isso, eu não me desespero, eu não fico ansiosa, porque eu sei que esta parte em que eu imagino o futuro já é você na minha vida. Um amor que chega devagar é um pequeno prazer a cada dia, e só que sem atreve prestar atenção e entender é que consegue ser conquistado e se apaixonar todos os dias.

Acompanhe A Terapia de Alice também no Instagram ♥

Mylena Gama

10 Respostas para "Amor que chega devagar"

  • Ana Lúcia
    13 de outubro de 2015 - 11:22 Responder

    Texto maravilhoso, parabéns! Tenho apenas 15 anos, e as vezes acho que meu coração se apressou de mais, haha, mas é exatamente assim que eu me sinto! Da próxima vez que minhas amigas falarem que estou “perdendo tempo”, é esse texto que eu vou mostrar! Hahah *-*
    Todos esses textos me inspiram muito! Continuem assim, e obrigada por me entenderem tão bem!! ❤❤

    • a terapia de alice
      16 de outubro de 2015 - 11:20 Responder

      Ana, sua lindinha! Leve a vida bem devagar porque vc tem todo o tempo do mundo :) Aproveita, beijos e continue com a gente <3

  • Ana Carla
    13 de outubro de 2015 - 19:31 Responder

    Lindo texto, exatamente como eu penso! Que o amor chegue devagar e que seja para ficar.

    • a terapia de alice
      16 de outubro de 2015 - 11:19 Responder

      Isso aí, Ana Carla! :) Chegue devagar e venha para ficar, quem sabe isso não vira um texto também!?

  • Carol Angelim
    14 de outubro de 2015 - 00:27 Responder

    QUE TEXTO MARAVILHOSO!
    #MeDefine
    Vocês se superam a cada postagem!
    Obrigada

    • a terapia de alice
      22 de outubro de 2015 - 16:27 Responder

      eeeee!! Obrigada, Carol! <3

  • Carol Angelim
    14 de outubro de 2015 - 20:51 Responder

    QUE TEXTO MARAVILHOSO!
    Vocês se superam a cada postagem…sério!
    #MeDefine <3

    • a terapia de alice
      16 de outubro de 2015 - 11:18 Responder

      Carol, sua linda, obrigada! :) Continua com a gente, tá? <3

  • stephani
    20 de outubro de 2015 - 01:23 Responder

    Lindo texto!!!
    Não durmo mais sem ler ao menos um texto.
    Vocês são de mais!!!

    • a terapia de alice
      22 de outubro de 2015 - 16:25 Responder

      Oba!! Adoramos, Stephani! :) Continue com a gente, que vamos continuar escrevendo <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *