Go to Top

Não seria eu

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Se fosse pra segurar o riso, se fosse para dar certo de primeira ou se fosse para comer uma barra de chocolate aos poucos, não seria eu. Se não fossem as tardes de sábado em frente à TV assistindo filmes que me fazem chorar, não seria eu.

É, eu não sou tão simples assim e nem sou alguém que se lê logo de cara, mas eu não me culpo e não me cobro para ser alguém menos densa. Porque se eu fosse clara e límpida com a água de um lago calmo, não seria eu.

Sou cheia de “falhas de roteiro” e contradições. Tem vez que eu começo da metade, tem vezes que eu vou até a metade e já não quero mais. Desculpe se isso não é muito do seu agrado, mas faz tanto tempo que eu venho sendo assim e se o que você quer é alguém verdadeiro, bom… essa sou eu.

Se fosse para ouvir música baixinho e cantarolar somente quando sozinha, não seria eu. É, gosto de gritar aos ventos, correr sob a chuva e rolar na areia de uma praia qualquer. Se fosse pra ficar ali, sendo comedida e me comportando como os outros gostariam, não seria eu.

Não é que eu venha brigando com o mundo, agindo da forma que eu realmente quero. Mas eu sinto que choco as pessoas vez ou outras e às vezes também ouço coisas que me machucam só por eu ter escolhido não ser uma cópia.

Se não fossem esses draminhas e se não fossem os pequenos momentos de arrependimentos, também não seria eu. É por isso e todo um resto infinito que eu deito e rolo sobre tudo que me faz ser quem eu sou e agradeço por eu nunca ter tido outra opção, a não ser ser eu mesa.

*Texto inspirado na letra de Capitão Gancho, da Clarice Falcão.

Me segue lá no snap: myhgama

Bases_Assinaturas_ATerapiaDeAliceMye

♥ VEM ACOMPANHAR TAMBÉM
(clique para seguir)
NO INSTAGRAM:
@milenedamata|@aterapiadealice
YOUTUBEFACEBOOKTWITTER

8 Respostas para "Não seria eu"

  • Ana Carla
    7 de dezembro de 2015 - 15:37 Responder

    Show, lindo o texto! Cada um tem o seu universo particular que precisa ser respeitado e entendido. O mais importante é não deixar essa essência se perder devido aos comentários alheios. Apenas seja você !

    • a terapia de alice
      11 de dezembro de 2015 - 10:09 Responder

      Isso aí, Ana Carla!! Obrigada pelo carinho, beijos

  • Stephanie
    7 de dezembro de 2015 - 22:57 Responder

    você me definiu. amei o texto.

    • a terapia de alice
      11 de dezembro de 2015 - 10:10 Responder

      Obrigada, Stephanie <3

  • Joyce
    8 de dezembro de 2015 - 00:11 Responder

    Texto lindo como sempre, sou fã de vocês <3 <3

    • a terapia de alice
      11 de dezembro de 2015 - 10:10 Responder

      Obrigada pelo carinho, Joyce <3

  • Viviane
    9 de dezembro de 2015 - 13:40 Responder

    Se não fosse pra sorrir com os olhos e dizer tudo que está na minha cabeça ou até viajar em sonhos, não seria eu…<3

    • a terapia de alice
      11 de dezembro de 2015 - 10:11 Responder

      Adorei, Viviane!! Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *