Go to Top

10 coisas para você agradecer a sua mãe.

♪ Clique aqui para ouvir High and Dry enquanto lê este texto (:

1. Agradeça por ela te levar a escola mesmo em meio às lágrimas, foi lá que você fez os primeiros amigos, se apaixonou pela primeira vez e foi também que a sua vida finalmente começou.

2. Agradeça por todo o doce que ela não deixou você comer, esses dentes saudáveis não são obras do acaso.

3. Agradeça por ela não ter deixado você ir naquela festinha, se você ficasse com aquele menino provavelmente iria sofrer.

4. Agradeça por ela não deixar você dormir na cama dela todos os dias, pois isso te fortaleceu e ensinou você a ser mais independente.

5. Agradeça ao sexto sentido da sua mãe, e por ela sempre descobrir antes de você que aquela colega era um pouco falsa. Mães tem um feeling para “amigas” que não valem nada. É incrível.

87c6c76935a3e20174398a27a133f065

6.  Agradeça por ela pentear o seu cabelo mesmo quando você reclamava, hoje você deve uma parte da sua beleza a ela.

7. Agradeça por todas às vezes em que ela te alcançou a toalha. Graças a sua mãe você não saia sem roupa, molhada pela casa, procurando algo para se secar – Ou até saia quando ela não estava em casa.

8. Agradeça pelo protetor fator 60 na praia, isso preveniu um possível câncer de pele.

9. Agradeça pelos “nãos” que ela te disse. Foi assim que você aprendeu que não se pode ter tudo aquilo que quer, e quando quer.

10. Agradeça a ela por te ensinar a ir na igreja e mais do que isso, por te ensinar a ter fé; Em Deus, nos seus sonhos e em você mesma.

Quero conhecer você, me segue? 
Insta: @na.silveira Snap: na_silveira
Venha conhecer o Canal do A Terapia de Alice aqui 
Acompanhe A Terapia de Alice também no Instagram ♥

Bases_Assinaturas_ATerapiaDeAliceNatalia

 

3 Respostas para "10 coisas para você agradecer a sua mãe."

  • jaciara sipriano
    8 de março de 2016 - 08:11 Responder

    que limdo esses textos me indentifico muito na maioria das vezes !!!parabens pelo trabalho de vcs!

  • Juliana Soares
    8 de março de 2016 - 09:18 Responder

    Ameeeeeeei

  • Eunice rodrigues Fiorim
    31 de março de 2017 - 20:23 Responder

    Fui uma mãe bem consciente ao educar minhas filhas. Trabalhava tanto em casa como fora

    como professora. Não gosto de lembrar o passado pois não houve respeito por parte dos membros da família

    do meu marido e cumplicidade por parte dele como esposo e pai. A competição era a ordem do dia.

    Muitas vezes deixei de falar “não” para não perder o amor de minhas filhas. Concordava para evitar

    brigas. Sentia-me sozinha, envergonhada e duvidei de mim mesma. Conclusão cresceram sem

    respeito por mim, por eles e deram muito trabalho. Foram anos de muita tormenta . A adolescência

    dura até hoje. Acabei ajudando a criar minhas duas netas com um pouco mais de amadurecimento .

    me ama respeitam-me. Tenho dois netos que que foram criados com a ideia que a palavra “não” era

    uma heresia. Ficam no vídeo-game o tempo todo. Não me visitam, acho que minha filha queria que

    eu fosse permissiva , isto é, que a tratasse como uma criança a vida inteira, sem o minimo de

    disciplina, … Acho que poderia ser diferente ou não. Não sei. Se fosse mais corajosa sairia de

    um casamento que deixou muitas sequelas, principalmente em relação à educação de minhas filhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *