Go to Top

Eu me apaixonei pelo que eu inventei de você

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Hoje eu decidi que vou parar de te culpar pelo fim da nossa história. A culpa não foi só sua, eu também errei. Errei por ter insistido muito tempo em você e não perceber que desta forma eu estava desistindo de mim.

Sabe, eu realmente achei que você era “a minha metade”, sem me dar conta de que eu nunca me sentiria completa ao lado de alguém que vivia me partindo em pedaços. Talvez tenha sido por isso que eu demorei tanto pra perceber que eu não precisava de você (e nem de ninguém) para me sentir completa, afinal de contas, somos todos inteiros.

Mas eu não me sentia inteira. Aliás, chega a ser irônico, porque agora eu percebo que justamente ao seu lado era quando eu me sentia mais incompleta. É difícil explicar, porque longe de você eu também sentia um vazio… só que às vezes a gente não percebe que, sim, certas ausências causam dor, mas insistir na presença de quem não quer ficar pode doer ainda mais.

Meu erro foi acreditar naquele “pra sempre” que você disse uma vez, depois disso passei a ignorar todos os nossos finais. Se eu tivesse aceitado o fim de primeira, teria doído menos, como uma morte súbita! Mas ao invés disso, preferi ir te matando aos poucos dentro de mim. Resolvi colocar reticências no que já era ponto final e me frustrei tantas vezes que hoje não saberia contar…

Eu passei dos meus limites. Eu acreditava que se tentasse mais uma vez, poderia ser diferente – na verdade até era diferente, cada vez ficava pior. A cada tentativa eu me sentia mais frustrada e toda vez que eu pensava que já tinha visto o seu pior lado, você conseguia me decepcionar um pouco mais.

É, no fim das contas, acho que o erro foi mais meu do que seu. E o maior erro de todos eu cometi quando decidi continuar aqui, enquanto você ia embora, achando que em algum momento você perceberia que “fomos feitos um para a outro”. Só que na verdade, eu é que deveria ter percebido há muito tempo que somos completamente diferentes, que na realidade nós não temos nada a ver e que este tempo todo eu estava apaixonada por uma versão que eu inventei de você.

♥ VEM ACOMPANHAR TAMBÉM
(clique para seguir)
NO INSTAGRAM:
@milenedamata|@aterapiadealice
YOUTUBEFACEBOOKTWITTER

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *