Go to Top

Eu sou um pouco complicada

♪ Clique aqui para ouvir The Scientist enquanto lê este texto ♥ (ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify)

Fotografia: Milene da Mata

Cheguei a uma conclusão: eu sou um pouco complicada. Olha, tem dias que nem eu me entendo! Eu adoro conversar, mas às vezes eu não quero falar com ninguém. Gosto de levar a vida de forma leve, mas meus dramas são bem pesados! Meus choros são intensos e eu costumo dar risada até faltar o ar…

Ah! E sabe o amor? Então, por vezes já pensei que esse papo de “felizes para sempre” não é pra mim. Não me leve a mal, não tenho nada contra a vida a dois, pelo contrário, eu sou uma pessoa romântica. Romântica demais até, talvez este seja o problema.

Não me contento com sentimentos nas entrelinhas, quero declarações públicas de amor! Não pra provar nada pra ninguém, apenas porque eu acredito que grandes sentimentos acabam transbordando e não cabem no silêncio. Mas eu gosto de silêncio também, sabia? Gosto de ficar tranquila na minha, longe dessa multidão toda. Gosto de ficar sozinha, mas não o tempo todo…

clique para saber mais (teste por 7 dias e se não gostar do curso eles devolvem o seu dinheiro!)

Não gosto de “grude”, mas gosto de ficar junto. De assistir Netflix embaixo das cobertas, de caminhar na praia de mãos dadas, gosto de cafuné, de dançar no meio da rua e essas coisas que a gente vê nos filmes.

É, eu disse, eu sou meio complicada… talvez um pouco mais que meio, provavelmente eu seja complicada por inteiro! Mas tudo bem, ainda que existam esses dias que nem eu me entendo, ouvi dizer que as melhores coisas da vida nunca são simples mesmo.

♥ VEM ACOMPANHAR TAMBÉM
(clique para seguir)
NO INSTAGRAM:
@milenedamata|@aterapiadealice
YOUTUBEFACEBOOKTWITTER

 

5 Respostas para "Eu sou um pouco complicada"

  • Naete
    24 de outubro de 2018 - 00:44 Responder

    Perfeito! Obrigada Milene, você tem o dom! ❤😘

  • Bruna
    27 de outubro de 2018 - 14:09 Responder

    Amei este texto! Me diz identifiquei demais!!!!

  • Nina Elyard
    30 de outubro de 2018 - 17:40 Responder

    Tenho demasiado gosto por pensar sobre a complexidade e complicação de todas as pessoas. Da uma quentura no coração de imaginar o tanto de gente incrível e diferente que tem por aí.
    Adorei o texto moça! Sua escrita é ótima.

    Com carinho, Nina.
    http://www.entremcc.blogspot.com

  • Andreza
    8 de novembro de 2018 - 12:23 Responder

    Nunca li um texto que me descrevesse mais que esse!!!
    Amo esse blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *