Go to Top

Amor que tira o fôlego X Amor que ajuda a respirar

Depois de algumas experiências amorosas na bagagem, descobri que vivi dois tipos de amores até hoje. O que tira o fôlego e o que o ajuda a respirar.

O primeiro é uma loucura. Sempre uma atração à primeira vista, de tirar o fôlego desde o primeiro olhar. A necessidade em estar perto da sua paixão nos domina, precisamos até ser amigo dos amigos dela e não conseguimos imaginar dar um passo à frente sem essa pessoa ao nosso lado. A vontade de gritar para o mundo que ela é sua é imensa e vocês se bastam dentro de um mundinho em que não há espaço para mais do que dois. Mesmo que tudo acabe um dia, as marcas desse amor de tirar o fôlego podem ficar representadas por uma falta de ar ao ouvir o nome dela, ou pelo total desconcerto em suas atitudes pela mera possibilidade de encontrá-la por acaso. E isso, não necessariamente significará que você ainda nutre sentimentos por essa paixão que te deixou sem respirar um dia. Esse amor é uma delícia até você notar que, provavelmente, você goste mais dessa pessoa do que de você mesmo. E isso não é legal.

Por isso, talvez eu tenha mais carinho pelos meus amores que me ajudaram a respirar. É um sentimento mais maduro, que pode até ter começado tirando o fôlego, mas aos poucos foi se tornando sereno e gostoso de viver. O amor que te ajuda a respirar te permite amar o outro com tudo de mais lindo que existe dentro de você, sem tirar o lugar da pessoa mais importante da sua vida: você mesmo. E talvez seja exatamente isso que torne esse amor ainda mais agradável. Poder aproveitar tudo de melhor que esse afeto pode te proporcionar com a consciência de que se, um dia ele acabar, você irá superar, é a beleza de amar. Esse tipo de amor normalmente torna a sua vida mais fácil e leve, afinal, ele te ajuda a respirar.

Para cada tipo amor há o seu tempo. Depende do dia, depende do momento. Se o seu amor é de tirar o fôlego, lembre-se que “a vida não é feita dos momentos que você respirou, mas sim daqueles que o fizeram perder o fôlego”. Mas se você estiver vivendo um amor que te ajuda a respirar, desfrute dessa oportunidade de deixar alguém invadir a sua vida, sentimentos e pensamentos, sem perder a consciência de que o mais importante sempre será você mesmo.

Tô no snap, me acompanha por lá: priscilaribas <3

Acompanhe A Terapia de Alice também no Instagram ♥

Bases_Assinaturas_ATerapiaDeAlicePrile

, , , , ,

11 Respostas para "Amor que tira o fôlego X Amor que ajuda a respirar"

  • milenedamata
    6 de maio de 2014 - 14:26 Responder

    Eu acho o seguinte: precisamos viver um amor que tira o fôlego, para dar o devido valor ao amor que nos ajuda a respirar <3

      • Priscila Ribas
        6 de abril de 2015 - 07:56 Responder

        Obrigada Ludy, mas este texto é da Priscila! ;) continue nos acompanhando! :) beijinhos!

  • Janaina Prado
    12 de maio de 2014 - 23:32 Responder

    Saudades do amor que tira o fôlego, com certeza foi uma época muito boa, mas hoje sou muito feliz com o amor que nos ajuda a respirar.
    Maturidade no relacionamento, o tempo faz milagre né? Hehe

  • Priscila Ribas
    10 de abril de 2015 - 12:13 Responder

    Siim, Jana! O importante é saber valorizar o momento que está vivendo, né? :)

  • kezia
    14 de maio de 2015 - 10:24 Responder

    Que lindo! Adorei isso “amor que nos ajuda a respirar” definicao perfeita para o sentimento mais lindo de todos! :*

    • a terapia de alice
      25 de junho de 2015 - 13:24 Responder

      Verdade, né! <3

  • Jéssica Almeida
    27 de agosto de 2015 - 09:35 Responder

    Bom saber que o amor que tirou meu fôlego no começo me ajuda a respirar todos os dias! <3

    Ameeeeiiiii!

    • a terapia de alice
      3 de setembro de 2015 - 13:53 Responder

      Que delícia! A forma mais linda de amor! <3

  • Daiane
    9 de novembro de 2015 - 16:27 Responder

    Que lindo esse texto e você Priscila Ribas! apaixonada rs …

    • a terapia de alice
      11 de dezembro de 2015 - 10:26 Responder

      Ahhh lindinha! Muito obrigada! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *