Go to Top

Por que levar tudo tão a sério?

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Com certa frequência esta é uma pergunta que me vem em mente “por que eu levo tudo tão a sério?”. Não estou falando sobre dedicação, amor e desenvolvimento, mas sim daquelas coisinhas do dia a dia ou situações angustiantes que levamos a ferro e fogo, mas, que no final das contas não mudarão o curso de nossas vidas.

Por exemplo: O 3G que insiste em não funcionar, a reunião que você aguardava ansiosamente, mas que foi reagendada, a festa que sua amiga disse de última hora que não poderia ir, a gigantesca fila do caixa do supermercado quando você já está atrasada, o seu casinho que não mandou notícias e coisas assim.

No fim das contas eu sei, você sabe e todo mundo sabe que a vida é bonita, e que quanto mais leve for, melhor! Mas da mesma forma, também sabemos que nem sempre é fácil ter tamanha consciência. Então para acalmar meus nervos tenho duas técnicas simples que vou compartilhar e que estão a um toque da sua playlist e no calendário da sua mesa:

You Can’t Always Get What you Want

Os Rolling Stones lançaram esta música em 1969, muito antes de você sonhar em estar nesse mundo e ter de lidar com estes inconvenientes. Já na época Mick Jagger cantava repetidamente “you can’t always get what you want” (você nem sempre pode ter o que quer). Mas, esta não é uma canção de aceitação, e sim de valorização de tudo o que você já tem, porque Mick continua “But if you try sometimes, yeah, you just might find you get what you need!” (neste caso as traduções variam um pouco, mas eu gosto dessa: mas, se você tentar, você descobre que tem o que precisa).

Meu conselho: sempre que estiver diante de uma situação que você simplesmente não consegue fazer dar certo (depois de já ter tentando, claro) ou que é irremediável, ouça essa música, que é de qualidade inquestionável, e valorize as coisas boas que você já tem. Aí vai, Rolling Stones com You Can’t Always Get What you Want

Vai fazer diferença daqui algum tempo?

De tão simples chegar a ser besta! Saia um pouco do caos da situação e se pergunte: “daqui a um mês vai fazer diferença ter subido no palco da formatura do amigo da sua amiga e dançado Robocop Gay?” (No caso de estar em uma ressaca moral). E o que você vai descobri? Que não, não vai fazer diferença alguma e que na verdade isso é digno de risadas.

A regra vale para o bate-boca com o telemarking da sua operadora de celular, para o fim de um relacionamento que não agregava em sua vida, para a frustração de estar atrasada para algum compromisso e etc. Na maioria dos casos, em uma semana, cinco meses ou um ano, nada vai fazer diferença, então ter se estressado também não!

Então é isso, bem menos pressão nestas coisas que simplesmente acontecem e que no fundo não importam tanto assim. Vamos gastar nossas energias com pessoas e situações que valham a pena, o resto é o resto e em breve será só passado!

, , , ,

3 Respostas para "Por que levar tudo tão a sério?"

  • Jacqueline
    21 de julho de 2014 - 22:37 Responder

    Gostei muito do texto!! A vida seria tao mais leve se tivessemos essa consciencia né!

    • Mylena Gama
      27 de julho de 2014 - 22:35 Responder

      Sim,sim Jacque, como seria beeeem mais leve! Obrigada pela visita! Volte sempre ;)

  • Regiane Barboza
    8 de junho de 2016 - 11:42 Responder

    Ótimo texto, as vezes damos tanta importância para algo ou alguém que só está sugando nossas energias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *