Go to Top

Last Kiss

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Meu avô era do tipo que dizia “não acredito em Deus… Graças a Deus!”. Até a minha avó partir para uma missão ainda mais linda do que a que ela cumpriu na Terra. Surgiam dele frases do tipo “Será que quando eu morrer vou me encontrar com ela?”.

A partir dessa experiência ouso dizer que todo mundo que não está mais no mesmo plano que um ente querido tem um pouco de espiritualidade no coração.

Só assim para seguir em frente. Como teríamos fôlego para continuar vivendo se tivéssemos que nos conformar a nunca mais nos encontrar com aquela pessoa tão importante?

De repente a gente se pega deixando recados póstumos nos perfis das redes sociais dessas pessoas. E eu sempre achei estranho quem fazia isso, pensava que era coisa de gente sem noção, mas aí um dia ouvi uma explicação muito plausível para essa atitude: deixar um recado ali é uma forma de diminuir a dor, de se sentir mais próximo de quem se foi e que de alguma forma está realmente conversando com quem não está mais aqui. E sabe de uma coisa? Eu acho válido. Qualquer energia positiva chega a quem está num plano diferente do nosso. Seja uma oração, um pensamento positivo ou até mesmo um recado no perfil. Por que não?

Sem falar nos sonhos: só quem já perdeu uma pessoa amada para saber diferenciar um sonho de um encontro – e eles são deliciosos! Uma palhinha do que nos espera um dia.

Pode parecer meio mórbido, mas eu juro que não é: eu amo a minha vida e espero vivê-la por muito tempo, desejo que a minha missão demore para ser cumprida (hehe). Mas saber que existe um bocado de gente que eu amo lá do outro lado me esperando quando eu for me deixa feliz! E mais do que isso, me motiva a ser uma pessoa cada vez melhor, porque como já dizia Wayne Cochran, “…so I can see my baby when I leave this world”. :)

 Bases_Assinaturas_ATerapiaDeAlicePrile

 

 

, ,

5 Respostas para "Last Kiss"

  • Olivia Maria
    3 de agosto de 2014 - 23:54 Responder

    Muito bom !!

    • prisciribas
      4 de agosto de 2014 - 09:24 Responder

      Obrigada tia!!

  • Ana Lucia Ribas Boska
    4 de agosto de 2014 - 09:02 Responder

    Concordo com você Priscila e digo mais: Espero um dia poder novamente tomar aquele café da tarde maravilhoso com a minha mamãe! Não importa o quanto demore…Não estou com pressa, só estou com vontade.

    • prisciribas
      4 de agosto de 2014 - 09:23 Responder

      Disse tudo!! Não estou com pressa, só estou com vontade!! :)

  • Heliete
    4 de agosto de 2014 - 10:19 Responder

    Muito bom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *