Go to Top

Antes de encontrar a pessoa certa, quero me tornar a pessoa certa

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Almoço de domingo, todas as minhas primas já casaram, e tem filhos, menos eu. Confesso que isso não me incomoda, mas responder as mesmas perguntas com sorrisos amarelos sim. Quando nós mulheres, adquirimos certa idade e temos um relacionamento sólido, começamos a enfrentar uma pergunta similar aquela que enfrentamos aos 15: “E os namoradinhos?”

Só que essa pergunta é muito mais séria, e envolve uma decisão que vai muito além de passear com alguém de mãos dadas no shopping. Ela envolve dividir o sabonete com outro corpo, dividir a garrafa de água da geladeira com outra boca, e também acordar todos os dias ao lado de uma mesma pessoa. Eis que alguma tia meio sem noção pergunta: “E aí? Vai casar quando?”, e a pergunta mais inocente do mundo vira algo constrangedor, até que você se pega realmente preocupada com a data do seu casamento.

Experiência própria, desencana! Se você tem 20, 30, 50 ou 80, não se desespere, porque pra casar, você não precisa de um marido. Acreditem, maridos existem em qualquer lugar, aos montes e de todas as cores e sabores. Maridos são “vendidos” nas prateleiras de academias, shoppings, shows e arrisco a dizer até em baladas, mas para mudar seu sobrenome e colocar um vestido branco, você precisa de um companheiro.

Alguém que não tenha restrições em dividir sabonetes e germes do bico de uma garrafa, que compre os teus sonhos, limpe o seu passado e de asas ao seu presente. O que você precisa é de alguém que quando ver você entrar na igreja chore de emoção, de felicidade, e de sossego. Cheguei à conclusão de que antigamente casamento era o ápice da vida de uma mulher, e talvez ela fosse programada para casar durante toda a infância, a sua meta era “ser esposa”, mas hoje, naturalmente com a evolução da espécie, casa-se porque quer, quando quer, e com quem quer, e não por obrigação.

E hoje eu quero muitas outras coisas antes de “juntar as escovas de dente”. Quero conhecer a Holanda, quero ter uma Victor Hugo, quero aprender a surfar, quero falar francês, quero ao menos assar um bolo de cenoura sem queimar. Pra dizer sim, é preciso abraçar o outro, e tudo que vem de bagagem, é preciso ser tolerante e também corajosa, é preciso ser criativa, ousada e muito apaixonada. Sabe, não é que casar não seja minha vontade, só não é mais minha prioridade. Hoje pra ser bem sincera, antes de achar a pessoa certa, quero me tornar a pessoa certa.

 

Bases_Assinaturas_ATerapiaDeAliceNatalia

25 Respostas para "Antes de encontrar a pessoa certa, quero me tornar a pessoa certa"

  • Mariana D'Oliveira dos Santos
    2 de março de 2015 - 13:41 Responder

    Perfeito!!!

  • Filipe
    18 de março de 2015 - 01:53 Responder

    Bom acho que não faço parte do publico alvo do blog mas leio já faz um tempo…
    estou noivo e em uma situação que nunca sei se esse casamento dos sonhos dela (festa) e meu (sei la) vai sair ou não… bom ler dilemas conclusões de outras pessoas… mto bom parabéns pelo texto.

    • a terapia de alice
      22 de março de 2015 - 14:47 Responder

      Filipe, como vai? Casamento é a decisão mais importante das nossas vidas, por isso sempre vem acompanhado de muitas dúvidas, mas se você e sua noiva estão lutando para chegar juntos ao altar, já é o suficiente! Felicidades, e continue nos acompanhando.

  • Vanderson Santos
    2 de abril de 2015 - 18:43 Responder

    Parabéns pelo belíssimo texto, Natália! E acredite: nós, homens, sofremos a mesma cobrança hoje. E eu fecho contigo: casamento, ok, não como prioridade. Ainda temos muito oque fazer, antes deste passo que, a meu ver, é apenas mais um passo, nada mais importante que isso.

  • Bruno Afonso
    17 de abril de 2015 - 08:25 Responder

    Gostei do texto, parabéns! Mas sobre esse último parágrafo, você pode tudo isso e mais um pouco ao lado do companheiro.

  • aline
    5 de junho de 2015 - 15:19 Responder

    Hahahahaha… muito bom! amei , fico todos os dias na expectativa de cada texto e da música tbm , é claro !!! ♡

    • a terapia de alice
      5 de junho de 2015 - 17:29 Responder

      Ah Aline, como é bom ter leitoras tão queridas como você! Continue acompanhando! <3

  • Raiza Machado
    6 de junho de 2015 - 18:36 Responder

    Meninas! Que delicia ler os textos de vocês! Mas vamos falar sério… Vocês só falam sobre a minha vida! Hahaha! Que legal ver que no fundo todos passamos pelas mesmas coisas! Vocês estão de parabéns! Beeeeijo!

    • a terapia de alice
      8 de junho de 2015 - 10:08 Responder

      Ah Raiza, que linda! A realidade é que no fundo, nós mulheres somos todas parecidas! <3
      Que bom ter você conosco! :)

  • Ingrid Izidoro
    11 de junho de 2015 - 14:46 Responder

    Perfeitooooo
    Vocês são incríveis. Sabem colocar as palavras certas, no momento certo. Parabéns pelo blog espetácular. Acompanho sempre, e admiro vocês!!!
    Grande beijo

    • a terapia de alice
      12 de junho de 2015 - 14:12 Responder

      Ah Ingrid, que bom que está gostando! Nos acompanhe sempre, um beijo <3

  • Francianny Rodrigues de Oliveira
    21 de agosto de 2015 - 13:16 Responder

    Perfeito o texto, tudo que penso.

  • C*
    31 de agosto de 2015 - 16:22 Responder

    Perfeito! Desisti do meu casamento 6 meses antes, desisti do marido, do apartamento, de tudo. Foi a melhor decisão que já fiz! E é muito bom encontrar alguém que super me entende!

    Ps.: Amo ler todos seus textos!

    • a terapia de alice
      3 de setembro de 2015 - 13:38 Responder

      Olá querida! Casar só por pressão social ou até mesmo familiar não está com nada! Casamento tem que ser por amor! Um beijo ♥

  • Jéssica
    31 de agosto de 2015 - 20:23 Responder

    Adorei o texto, sei bem como é isso e essa pergunta também me estressa, não porque não quero casar, já até penso nisso, mas tem mil outras coisas para resolver antes de um casamento. Casamento é algo que se faz porque é uma vontade entre o casal e não por obrigação social, então, nada mais sensato, que aconteça no tempo do casal sem a sensação de pressão de fora da relação. Ah, e não vamos esquecer que, depois de casar, começa: e os filhos? quando vêm?
    Hahaha trágico.

  • Júlia Rezende
    10 de janeiro de 2016 - 23:04 Responder

    Milhões de palmas!!! Descreveu meu jeito de pensar sobre o assunto!!! E definitivamente isso acontece quando adquirimos um relacionamento sólido, parece que todos faz isso pra testar o quão delicado é o seu sorriso amarelo e o quão doce é sua resposta…

  • Rebeca Rihensa
    17 de fevereiro de 2016 - 16:15 Responder

    Uau esse texto me definiu. Eu sempre tenho que explicar pro mundo por que não penso em casar. E essa frase define tudo! “Sabe, não é que casar não seja minha vontade, só não é mais minha prioridade. Hoje pra ser bem sincera, antes de achar a pessoa certa, quero me tornar a pessoa certa.” ♥

  • Joelma da Silva
    31 de março de 2016 - 21:45 Responder

    Texto lindo, e eu sempre me encaixando em cada paragrafo ❤
    Vou encaminhar para as tias hahaha

    • a terapia de alice
      1 de abril de 2016 - 16:31 Responder

      Isso mesmo Joelma! hahaah beijinhos ♥

  • Caroline Rodrigues
    15 de maio de 2016 - 21:25 Responder

    Cara, eu nao sei o que dizer sobre seus textos. Me encontro em cada linha. Simplesmente maravilhosa! Parabens

    • a terapia de alice
      24 de maio de 2016 - 10:44 Responder

      Carol linda, obrigada! ♥

  • Charlene
    16 de maio de 2016 - 21:45 Responder

    Posso discordar do algumas coisas!?
    Primeiro: realmente essas perguntas de quando, como e com quem vai casar, quando ainda não temos expectativas é mesmo constrangedor (eu tbm já passei por isso!).
    Segundo: tbm acho super verdade essa história de que casamento não deve ser obrigação, deve sim ser natural e devemos querer antes de qualquer coisa.
    Terceiro: nós podemos sim conhecer o mundo depois do casamento, pq não!?
    Essa história de que antes de casar temos que fazer isso, ou aquilo, não precisa ser necessariamente uma regra!
    Pq na verdade, (no fundo do fundo rsrsrs) nunca estaremos completamente prontos para essa nova fase; a gente tem a ideia de como seja mas de fato só vamos saber depois de casar. E, podemos descobrir que somos a pessoa certa na vida de alguém.
    Sempre, querendo ou não, precisamos de companhia na vida, um alguém pra dividir os ganhos e as perdas diárias, precisamos de alguém, e casar-se é a melhor forma de ter esse apoio na vida, pq pai, mãe e filhos, infelizmente se vão (por morte, ou pra viver outra família), e como ficamos!? O natural é sim, planejar ter essa companhia ao longo da vida, mesmo que não entre na igreja, faça festa e sobrenome no documento, mas alguém pra viver a vida ao seu lado. Pq enquanto estamos novos, na teoria é tudo mto fácil, mas na pratica, com uma certa idade, sempre faltará alguma coisa!
    Afinal, por experiência própria, viajar pra qualquer lugar que seja, aprender a surfar (ou fazer algum esporte radical), e cozinhar ao lado de uma pessoa que te ama, é a melhor coisa do mundo, e até hoje não achei nada melhor pra comparar!

  • C**
    20 de maio de 2016 - 15:03 Responder

    Qual é a idade da autora do texto? Descreveu a minha situação atual…

    • a terapia de alice
      24 de maio de 2016 - 10:39 Responder

      Oi querida, quem escreveu foi a Natália, ela tem 26. :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *