Go to Top

WhatsApp, me deixe viver!

Você vivia uma vida boa, almoçava com a sua família, conversava com as suas amigas, prestava atenção nas reuniões do trabalho e socializava nas festas, até que de repente, você o conheceu: o WhatsApp. Ele te conquistou logo de cara e jurou que se você ficasse com ele, teria na palma das suas mãos todas as pessoas que você mais amava ao mesmo tempo.



Verdade, ele não mentiu. Mas a questão é: como dar atenção para todas as pessoas que você ama ao mesmo tempo?! Como responder à mãe aflita, o namorado querendo discutir a relação (ou, no caso das solteiras, o crush que finalmente mandou o primeiro Whats e precisa de todo o seu foco para responder!) e ainda a melhor amiga em crise, NO MESMO INSTANTE? Se você for muito ágil para digitar – melhor gravar um áudio! – talvez consiga deixar apenas um, ou dois deles descontentes (agradar a todos não será possível, sinto muito…).


E não é apenas isso: Além de todas essas pessoas aclamando a sua resposta com urgência, você também tem que dar atenção para os grupos: grupo dos amigos do colégio, dos amigos da faculdade, dos amigos que são mais amigos da faculdade, grupo do trabalho, grupo dos amigos do trabalho (onde vocês falam mal do grupo do trabalho), grupo da família (e os 476 “Bom Dias” diários), grupo das melhores amigas: você, a Bia, a Lia e a Mia, e um sub grupo deste, onde a Lia não faz parte, porque ela é muito fofoqueira!

 

E assim, não basta ler todas essas conversas, tem que participar! Porque né, seria muita falta de consideração da sua parte visualizar a mensagem e não manifestar a sua opinião sobre. O pior é que, inevitavelmente, um belo dia, enquanto você responde as suas últimas 672 mensagens não visualizadas, você acaba enviando pro grupo da Lia, justo aquela mensagem que ela não poderia ler. Ahh sim, claro, tudo isso contando com a ajuda do corretor, que não cansa de te constranger…

Sair desses grupos não parece uma boa opção, porque isso sim, seria o cúmulo dos cúmulos! Deixar um grupo do WhatsApp é o mesmo que desligar na cara das pessoas, ou mandá-las calar a boca. Sim, eu sei que no fundo essa é a sua vontade, mas você não quer que eles saibam – só que todos saberão, porque no exato minuto que você sair, aparecerá na tela: “você, pessoa ingrata, saiu”. Pronto! Ali já começam as especulações e outros integrantes do grupo irão se perguntar o motivo (este será o assunto do dia!) levantando as hipóteses mais absurdas: “Ela deve ter saído porque naquele dia eu falei que o ex dela estava ficando com a minha prima, com certeza ela não gostou porque ainda pensa nele. Ou então, agora ela está interessada na minha prima…” – mundo moderno. Se você procurava paz, errou. Você que só queria um tempinho para viver, agora terá que usar os seus próximos minutos para se explicar.



Eis que silenciar os grupos no Whatsapp parece ser a melhor solução. Silenciar por UM ANO então, só pode ter sido obra divina! :D Mas nem tanto. Porque agora a vida acontece no WhatsApp, e se você não acompanha, é como se você não existisse! “Poxa, nem me convidou para a sua festa de aniversário…”, resposta: “Mas eu convidei, mandei um Whats, você não leu?” – a culpa é toda sua. Todos esperam que você leia os seus WhatsApps, como se cada um fosse único! Pessoas terminam relacionamentos não só por causa do Whatsapp como também por Whatsapp, por isso fique esperta, você corre o risco de manter o seu status “Em um relacionamento sério” sozinha, só porque não leu a última mensagem do seu (ex) namorado.

 

Aliás, ler as mensagens do Whatsapp é outro problema: se você não tiver tempo para responder, nem leia. Do contrário, a mensagem azul dirá para o seu amigo que você leu, mas não está nem aí para responder e quer mais que ele exploda! – é assim que ele vai se sentir (a propósito, é como você também se sente). E também não adianta muito não abrir a mensagem só para não constar como visualizada, porque o WhatsApp conta pro mundo que “você foi visto pela última vez há 2 minutos atrás e não quis responder ninguém!” – semeando a discórdia!


A verdade é que o Whatsapp é só mais um canalha que te conquistou para tentar acabar com a sua vida! Mas você sobreviveu a vários canalhas, e desta vez não será diferente! Mostre pra ele quem é que manda nesta relação (você, no caso!) e deixe claro: por mais viciante que ele possa parecer (e canalhas normalmente são!), você não precisa dele! Afinal de contas, você ainda tem a opção de “discar”, ao invés de “teclar”, e o telefone será sempre aquele ex que respeita o seu espaço e está ali, só esperando você voltar. ;)

Clique aqui para se inscrever no meu canal do YouTube ♥ E vem me acompanhar também no Instagram: @milenedamata e @aterapiadealice ♥

, , ,

170 Respostas para "WhatsApp, me deixe viver!"

  • Cris Silveira Basko
    21 de março de 2015 - 19:34 Responder

    Parabéns. Amei

    • MICHELE BORGES DOS SANTOS
      8 de maio de 2015 - 22:42 Responder

      MUITO BOM… TODOS OS FANÁTICOS DEVERIAM LER!!!!!!

      • Rosangela Prata de Paula
        19 de agosto de 2015 - 17:01 Responder

        Concordo plenamente com você Michelle, tem muitos fanáticos inclusive minha filha…Adoraria que ela lê-se e refletisse também.

    • Ana Carolina
      16 de maio de 2015 - 16:18 Responder

      Que textinho gostoso de ler, simplesmente adorei, é exatamente assim que me sinto huahsuahsuhasuhauhsauhsauhsua
      Parabéns a jornalista, ótimo trabalho.

    • CLEIDE SANTOS
      19 de maio de 2015 - 14:09 Responder

      ADOREI !

    • cintia
      20 de maio de 2015 - 04:19 Responder

      muito bom!

    • Cláudio
      29 de maio de 2015 - 10:06 Responder

      Parabéns , muito bom texto, claro e brilhante!

    • Larissa F
      14 de junho de 2015 - 19:18 Responder

      O WhatsApp é um aplicativo que foi feito para facilitar nossas vidas e não nos atrapalhar. Basta saber usar essa ferramenta de maneira construtiva para economizar tempo, rir, estudar, papear e não se deixar envolver de tal maneira que a convivência seja afetada.
      Odontologia 7º período – Caxias
      Grupo: Francine Bittencourt, Jéssica Alvares, Larissa Frazão, Nathalya Lübe, Stephany Soares e Thayane Vieira

      • marcia aires santana
        12 de agosto de 2015 - 12:27 Responder

        Já penso ao contrário, ele só atrapalha, antes recebia a todo momento ligações, hoje em dia parece que todo mundo sumiuuuuu. Só vejo brigas de casais, separações, para mim vejo com uma coisa demoniaca dos fins dos tempos.

    • rosangela prata de paula
      29 de agosto de 2015 - 22:13 Responder

      Também gostei muito.

    • PATRICIA DE VASCONCELLOS COSTA NUNES
      7 de setembro de 2015 - 22:04 Responder

      Boa noite!

      Adorei o tema, pois as pessoas ficaram mergulhadas em um mundo totalmente virtual e esquece, ou sem ao menos são capazes de perceber o quanto é importante o toque, o abraço , o cheiro. o beijo , ou seja, o ao vivo. Nada de ambientes virtuais sem controle, e sim vamos voltar um pouquinho para o tradicional olho no olho ao vivo é muito mais prazerosos.

  • isabellavictor23
    21 de março de 2015 - 21:59 Responder

    Realmente isso que acontece,as pessoas vivem no whats e esquece da vida real! Eu mesma tinha,mas depois exclui tinha ficado viciada kkk.As vezes da vontade de voltar com ele mais ai eu acordo pra vida real.
    Bjuss :)

  • Eviline
    24 de março de 2015 - 12:20 Responder

    O maior problema do whahtsApp é que parece que ninguém trabalha!!! Adorei o artigo!!!

    • Ricardo L Rodrigues
      10 de julho de 2016 - 06:14 Responder

      Sim, elas trabalham 7 horas como todo mundo… Pq de grão em grão o Whats enche o papo. Sem contar que elas tb não roubam essa hora não e/ou mal trabalhada, quem o faz é o Whats.

  • Priscila
    2 de abril de 2015 - 09:34 Responder

    Parece que ninguém trabalha não… as pessoas estão perdendo o foco em tudo na vida…
    Sempre fui conectada em muitas coisas, mas nunca quis ter nem internet no celular… quem quiser falar comigo que me ligue.

    • gustavo blom
      13 de setembro de 2015 - 21:14 Responder

      Ei ser precisar d um bom amigo virtual aq tou kkkkk

    • Ana
      17 de novembro de 2015 - 18:27 Responder

      Show!!!

    • Ana
      17 de novembro de 2015 - 18:28 Responder

      Concordo com vc Priscila!

  • Regina Elizabeth Genehr Ferreira
    8 de abril de 2015 - 19:08 Responder

    Muito bom, eu com certeza, deixo de responder muitas vezes por total falta de tempo.

  • Ana Paula Cordeiro
    9 de abril de 2015 - 23:35 Responder

    É exatamente assim! Sou psicóloga e gostei tanto do texto que o compartilhei em minha página profissional!

  • Denise
    11 de abril de 2015 - 08:40 Responder

    Excelente reflexão, parabéns!!!

  • socorro nunes de farias
    11 de abril de 2015 - 11:31 Responder

    Eu não tenho muito saco pra ficar no wastsapp m tt,mais gosto.
    Adoro mandar vídeos, recados,frases eté.
    Gosto muito,só n fico m tempo.

  • Aline
    11 de abril de 2015 - 19:05 Responder

    Perfeita matéria!!!! eu me encaixei!!!!! parabéns pela iniciativa já compartilhei!!! bjs

  • Rita Boechat Robalinho
    12 de abril de 2015 - 00:22 Responder

    Adorei a matéria. Pois hoje em dia ninguém mas se fala e realmente concordo que ao receber uma ligação isto é prova de Amor. Mas que a minha conta de telefone caiu ah isso caiu. Bjks no Coração

  • Célia
    12 de abril de 2015 - 18:17 Responder

    Como diz por ai… Em terra de whatsapp, telefonar é uma prova de amor!!!

  • Camila Mazarin
    13 de abril de 2015 - 13:00 Responder

    Quero ver fazer um filho por telemensagem, sensacional a materia…..me incluo nela…..parabénssss…..

  • cacia valeria
    13 de abril de 2015 - 13:12 Responder

    Muito bom, exatamente isso rsrs
    Adorei os 476 bom dia!!!

  • Nil
    14 de abril de 2015 - 05:16 Responder

    Adorei !!!!!
    Encaixa perfeitamente para minha mulher
    Parabéns

  • Camila
    14 de abril de 2015 - 21:58 Responder

    Sou dessas que costuma responder depois de tempos! A vida e curta, Belo texto!!!!

  • Thaís Gomes
    15 de abril de 2015 - 10:12 Responder

    Texto ótimo, fato ressaltar que vivemos em um momento de pressão em nossa sociedade. Inúmeras pessoa adquirindo síndromes e diversos quadros de depressão, querem as soluções de seus problemas de forma rápida e colocam suas expectativas muita das vezes nas mídias.
    Querem escutar, ver, ouvir coisas que relaxam e as entretêm de alguma maneira, é praticamente uma brigar por atenção onde podemos relacionar autoestima, ego, vaidade e vários sentimentos.
    Precisamos refletir a cerca dessas situações culturais.

  • Aguida
    15 de abril de 2015 - 12:51 Responder

    Apesar do Whatsapp tirar todo seu foco, atenção você não conseguir desgrudar mas do telefone, ele tem uma ótima serventia para a comunicação rápida e econômica, mas que ele tem tirado atenção de todos isso é fato as pessoas sentam uma do lado da outra e não se falam só tecla.

  • Laio Rodrigo
    15 de abril de 2015 - 21:13 Responder

    Realmente é assim, se encaixa perfeitamente para muitos pessoas !
    Parabéns !

  • Michelle da Silva Pinto
    15 de abril de 2015 - 23:37 Responder

    Bom texto. Parabéns! Ainda sou uma cidadã exclusa destas condições, sou o tempo todo criticada e recebo constantes cobranças por não fazer parte deste mundo virtual. Já começo a me sentir incomodada e também inferiorizada por não me enquadrar ao grupo, apesar de não utilizar este meio de comunicação por falta de recursos e sim por não gostar mesmo.

    • Alisson da Silva Pinto
      18 de maio de 2015 - 15:38 Responder

      Infelizmente isso acontece. Além de todo o “incômodo” que esse aplicativo trouxe, é chato demais lidar com as críticas por não tê-lo ou recursar-se a usar como todos fazem.

    • leila
      26 de janeiro de 2016 - 11:47 Responder

      é verdade, eu e o meu marido não temos internet e nem whatshap, parece que somos alieginas, mas por outro lado as tarifas de celulares estão caríssimas….eta mundo cão;;;rsss

  • Luan Miranda
    16 de abril de 2015 - 18:26 Responder

    Apesar de tudo, o zap é um excelente meio de comunicação. Muito bom o texto !

  • João Ricardo De Oliveira Azevedo
    17 de abril de 2015 - 12:00 Responder

    O texto me parece ser um manual de como não usar o whatsapp e muito bem relatado por sinal , análise perfeita . O correto seria usar o aplicativo em situações emergências , para um rápido contato , se sintonizar ao mundo cotidiano, mas sem criar uma relação de dependência extrema.

  • marylena augusta de freitas
    18 de abril de 2015 - 22:28 Responder

    ADOREI O TEXTO…. MUITO BOM E TBM ME INCLUO NELE….

  • Ricardo Negrini
    19 de abril de 2015 - 09:30 Responder

    Puxa Milene !! adorei a leveza do texto e seu humor contido na revolta. Continue escrevendo.

  • Andressa Costa
    20 de abril de 2015 - 12:45 Responder

    Nos dias atuais, é quase impossível viver sem watsapp, a intenção é sempre boa, VC quer estar disponível para todas as pessoas que estão na sua lista de contatos, mas infelizmente sempre alguém fica a sua espera, e VC acaba se perdendo. Não vejo como solução, VC excluir, mas de vez enquando demonstrar mais fisicamente o seu apresso pelas pessoas q VC acha mais importante, pq nenhuma rede social poderá, traduzir ou transparecer seus reais sentimentos por quem verdadeiramente VC ama.
    Andressa Costa 4°período de Ed.física 6005029

  • Isla Moura
    21 de abril de 2015 - 20:36 Responder

    Dei muitas risadas porque é realmente assim,vejo pessoas ao meu redor que sofrem muito por não ter tempo de responder a todos,porque não podem naquele momento responder devido ao foto de estarem em horário de trabalho,por esse motivo ficam contando a hora do almoço só para ficar conectados.Graças a Deus desse vicio estou livre,gosto mesmo é de cara a cara, de olho no olho e sou feliz por isso. Não nego que de vez em quando me utilizo desse meio,mas não sempre raramente mesmo ao ponto de uma amiga de trabalho dizer: Impressionante,nunca te vejo conectada. Achei esse comentário o máximo,porque no meio de tantos viciados eu sou saudável.

  • Laísa Lacerda
    23 de abril de 2015 - 01:13 Responder

    Eu diria que o objetivo do Whatsapp é aproximar pessoas distantes, mas porque ao encontrarmos familiares e amigos que nos comunicamos no mesmo, não tratamos com o mesmo afeto e atenção como quando estamos on line?
    Hoje não se trata de aproximação, trata-se de comodidade, poder falar com todos em um único lugar. On line as pessoas são amorosas, corajosas e legais, pessoalmente, em muitos casos, a vergonha fala por si e o ouvir já não é tão emocionante quanto o ler. Vício? Talvez. O fato é que o Whatsapp não tem só seu ponto negativo, ele une informações; permite-nos comunicarmos com colegas de trabalho, escola e faculdade para tratarmos de assuntos importantes que antes era necessário um encontro, o que nos tomava tempo.
    Concluo que, a forma com as quais lidamos com o mesmo que difere a questão.

    – Ótimo texto para uma boa reflexão de como estamos lidando com essa ferramenta da atualidade.

    • Denielson Araujo Lima
      26 de abril de 2015 - 12:03 Responder

      O aplicativo se mostra como um grande aliado da comunicação pessoal e profissional, estamos vivendo no auge de uma nova era onde a tecnologia e a internet dominam, se um simples aplicativo tem o poder de centralizar atenção de usuárias tornando-se quase que “indispensável” na vida de quem o usa, como será daqui a alguns anos com novas tecnologias? se pelo lado profissional tem uma forte poder de divulgação e facilidades para se manter contato, pelo outro lado a sociedade cada vez mais aproxima pessoas que estão longe e afasta quem estar próximo.

  • sueli
    23 de abril de 2015 - 08:14 Responder

    Adorei o texto , é tudo que eu penso e sempre falo sobre o whatsapp. Parece que estamos preso a esse aplicativo de tal forma que esquecemos que ainda temos outra opções de comunicação, me estressa profundamente , quando estou em uma festa e todos estão de cabeça baixa teclando para o outro que está a um metro dele. Sou a favor a socialização e o whatssapp afasta essa possibilidade.

  • Celso Filippe
    23 de abril de 2015 - 19:38 Responder

    ótimo texto, e sou totalmente excluído deste meio, pois na minha opinião
    as únicas coisas que rolam neste mundo virtual são: brigas, fofocas e muitas coisas
    que só vem pra atrapalhar sua vida amorosa , familiar e suas amizades de anos que acabam através de uma simples postagem, de um comentário que não tem nd haver com a pessoa, porém a mesma interpreta como se fosse para ela, pois no caso do ” zap zap” em um grupo fechado estará escrito pra todos que a este grupo pertençam lerem, e interpretarem da forma que quiserem…. e como muitos já disseram , graças a Deus ” no meio de tantos viciados eu sou saudável”.. :)

  • Sthéfane Coitinho Francisco
    23 de abril de 2015 - 21:54 Responder

    É difícil encontrar hoje em dia quem não tenha um smartphone. O modelo se popularizou tanto junto com o 3g que é difícil achar alguém que não se separe mais do seu. O whatsapp acabou virando febre, substituindo as antigas mensagens e os mensageiros pra pc. Começamos a participar de alguns grupos e confessamos que é surpreendente o número de menores que participam e os assuntos muitas vezes é para gente grande. Vale alertar aos pais quanto a participação de seus filhos nestes grupos, onde a troca de imagens, vídeos de temas adultos rolam sem controle ou termos de responsabilidade.
    Whatsapp já foi responsável por diversas mortes e prisões.

  • Júlia Carneiro
    23 de abril de 2015 - 22:06 Responder

    Curso: Química
    Matrícula: 5106789
    Bom, achei o post interessante e até coerente. Realmente li muitas verdades no texto, mas acho um tanto desnecessário abordar esse tipo de tema como parte de uma atividade que vale pontos em uma matéria. Me senti um pouco decepicionada com esse tema. Enfim, desculpe pelas críticas mas achei necessário falar.

  • Renan Dornelles - 1º período de química, faculdade Unigranrio mat.5106829
    23 de abril de 2015 - 22:09 Responder

    Acredito que o universo do whatszap seria complementar a nossa realidade, e nunca direcionar a nosso dia a dia ou nossa vida com base no whatszap, eu acredito numa comunicação direta, cara a cara, sem falsos entendimentos ou detalhes ocultos entrelinhas.

  • Gustavo da Matta
    23 de abril de 2015 - 22:28 Responder

    Whatsapp…
    Sim ele domina quem se deixa dominar, atrapalha os que se deixan atrapalhar, é uma ferramenta útil, pessoas distantes se comunicam com mais facilidade.
    Porém o Whatsapp tem dominado muita mente fraca, que perde o foco tanto em reuniões da mais extrema importância, até uma simples conversa em grupo.
    Postagem boa para relatar parte do que se acontece, creio que fazer os universitários lerem essa postagem, seja mais para fazê-los ver que o Whatsapp em sala prejudica mais a vida do próprio do que a do professor. Mas é como o dito popular diz…”Entra por um ouvido e sai pelo outro”. Nesse caso, como é uma matéria, muitas pessoas só pelo tema, nem chega a ver…então para esse caso “O que os olhos não vêem…”
    Gustavo da Matta Silva – 5106744
    1° período – Química Turno: Noite

  • Gustavo da Matta
    23 de abril de 2015 - 22:31 Responder

    Whatsapp…
    Sim ele domina quem se deixa dominar, atrapalha os que se deixam atrapalhar, é uma ferramenta útil, pessoas distantes se comunicam com mais facilidade.
    Porém o Whatsapp tem dominado muita mente fraca, que perde o foco tanto em reuniões da mais extrema importância, até uma simples conversa em grupo.
    Postagem boa para relatar parte do que se acontece, creio que fazer com que o. universitários leiam essa postagem, seja mais para fazê-los enxergar que o Whatsapp em sala prejudica mais a vida do próprio, do que a do professor. Mas é como o dito popular diz…”Entra por um ouvido e sai pelo outro”. Nesse caso, como é uma matéria, muitas pessoas só pelo tema, nem chega a ver…seria “O que os olhos não vêem…”
    Gustavo da Matta Silva – 5106744
    1° período – Química Turno: Noite

  • Mayara
    24 de abril de 2015 - 21:21 Responder

    ótimo texto, sem palavras… De verdade, de encontro total com nossa realidade, mas acredito que ainda temos chances de abrir nossos olhos pra isso, e não seremos mais presos por este individuo. seria muito bom, se todos podessem tirar um tempo e ler isso, realmente abre nossos olhos!!!
    Mayara Rodrigues- 4604479
    6° período- fisioterapia

  • Ana Graziella
    25 de abril de 2015 - 12:32 Responder

    É exatamente assim que acontece. Porém acho que o whatsapp é uma ferramenta perfeita nos dias atuais, e vejo como um avanço, já que é o meio mais rápido e econômico de comunicação. Além de você poder falar com várias pessoas ao mesmo tempo, o que é perfeito, pois faz possível combinar um trabalho da faculdade por exemplo, com todos os integrantes do grupo ao mesmo tempo, e até mesmo combinar de sair com todas os amigos. Também faz com que você consiga ficar em contato com as pessoas você gosta praticamente 24 hrs por dia. Fora o fato de poder compartilhar foto, vídeo, áudio. Mesmo o whatsapp tendo abonado as ligações, e tornado as pessoas totalmente dependentes dele no seu dia a dia, não consigo ver como algo ruim, acho que facilitou muito nossas vidas.

  • Alice
    25 de abril de 2015 - 23:38 Responder

    Realmente é verdade que a vida precise tomar o rumo que se tem hoje, pois para acompanhar o avanço tecnológico, precisamos nos privar de muitas outras coisas.
    Antigamente até para realizar uma reunião, tanto escolar, familiar e empresarial, tínhamos que estar presentes, que hoje não é o caso, devido às transformações, principalmente se tratando de tecnologia. Porém, tudo tem seu preço, e é o que pagamos hoje, simplesmente o peso da ausência física, porque em determinadas situações, nada melhor que poder estar “cara a cara” com a pessoa, ainda mais se for a amada. Enfim , acho muito interessante estas postagens, porque ficamos mais alertas quanto a importância da presença física das pessoas. Lembre-se, devemos sim acompanhar o avanço mundial, mas nunca devemos esquecer de nossas raízes e das pessoas que amamos.

  • Luciano de França Reis
    26 de abril de 2015 - 11:43 Responder

    Os avanços tecnológicos têm seu mérito e despertam admiração ,neste caso,estamos falando de um sistema que ultrapassa fronteiras e sem pagar nenhum centavo ,oferece a possibilidade de conversar em tempo real com pessoas que podem estar a poucos metros ou do outro lado do mundo.Mas como toda nova tecnologia ,o WhatsApp precisa ser bem operado para evitar sobressaltos ,pois as particularidades desse canal podem causar relacionamentos cada vez mais frios ,ansiedade e paradoxalmente,falta de comunicação mais afetiva entre casais ,familiares e amigos.

  • Luana sanches
    27 de abril de 2015 - 02:43 Responder

    Tudo verdade sobre esse vicio que amamos

    • Thais Lopes
      28 de abril de 2015 - 11:22 Responder

      O WhatsApp é resultado de mais um avanço da tecnologia.
      Um meio de comunicação mais rápido e mais barato, porém tem seus malefícios, caso isso não seja utilizado da melhor forma possível.
      Nada pode substituir o contato físico com os nossos amigos, familiares e das pessoas que fazem parte da nossa vida de alguma forma.
      Desse modo, este meio de comunicação é viável para aqueles que sabem utilizar sem se isolar do mundo “real”.
      Tudo em excesso é ruim, então sempre é preciso busca o equilíbrio, pois o que é um benefício poderá ser tornar um malefício.
      Thais dos Santos D. Lopes – 1º período de Química – Unigranrio – 5106877.

  • Willian Costa de Freitas
    27 de abril de 2015 - 13:52 Responder

    Esta rede social, no meu entendimento, foi construída como recurso tecnológico importante para tornar mais ágil e prático a comunicação entre grupos sociais, possibilitando o envio de fotos, áudios, músicas, mapas de localização etc. Logo, criou-se um aplicativo que deveria, na íntegra, servir como complemento da vida humana.
    Pela fundamentação, incipientemente, o Whats app parecia trazer somente positvidades, porém estabeleceu-se um forma antagônica expressa por: “Vilão” ou “Mocinho”. Dependendo da forma pela qual as pessoas utilizam o aplicativo, ora como complemento da vida, ora como essência da vida, infere-se que atua como “vilão”, quando deixamos de efetuar tudo que é indispensável e necessário nas relações cotidianas, corroborando com o primeiro parágrafo da autora, para responder e enviar mensagens. Isto é, o que era para complementar a vida, passa a ser o essencial. Deduz-se também, que pode atuar como o “mocinho” quando utilizamos o aplicativo para nos ajudar profissionalmente, conversar com uma pessoa que mora muito longe, para receber arquivos importantes, enviar um endereço, se relacionar com novas pessoas etc. Sendo assim, quando utilizamos o Whats App com a primeira finalidade, extraímos coisas positivas. Concordo com alguns pontos apresentados pela autora, outrora, achei que faltou a abordagem dos pontos negativos e positivos da rede em diversos âmbitos, não só afetivo (predominante no texto), mas também, econômico, sócio-político, psicológico entre outros.

  • Jeane
    27 de abril de 2015 - 14:04 Responder

    As pessoas estão perdendo o foco na vida se tornaram irresponsáveis na área de trabalho você vai em alguns ambientes e percebe que quem está te atendendo nem olhou pra você na verdade as pessoas estão dominadas por uma rede, não comem bebem ou vão ao banheiro sem estar digitando na rede ficar alguns minutos sem visualizar ou digitar é impossível, está faltando limites.

  • Rogerson Pessanha 6004822
    27 de abril de 2015 - 16:52 Responder

    As redes sociais estão cada vez mais ganhando a atenção da população, tudo que se cria vira uma febre, assim foi com o aplicativo Whatsapp, e já foi se o tempo em que os aplicativos de comunicação eram coisas de pessoas desocupadas e etc… Hoje tornou-se algo necessário com a sua facilidade e agilidade de comunicação.

  • Camila Maria Firmino
    28 de abril de 2015 - 09:53 Responder

    E o whatsApp esta acabando com a vida social e muitos relacionamentos, não existe mais conversa olho no olho ou receber aquela ligação de um amigo que você não ver a muito tempo. Em contra partida o whatsApp e muito útil para contato seja ele para o trabalho, na faculdade e etc. Eu inda não tenho whatsApp acho que consigo viver sem, sou muito criticada pelos meus amigos, estou resistindo a essa “tentação” ate quando eu não sei mais de uma coisa tenho certeza não esta me fazendo falta .

  • Gabriel Gonçalves
    28 de abril de 2015 - 10:44 Responder

    É bem assim mesmo!
    Particularmente já me dei conta dessas questões faz tempo. O problema é que os piores “males” vêm recheados de “bens”. O Whatsapp, ou qualquer outra ferramenta de mensagens te deixa próximo das pessoas que fisicamente não é possível. Temos o recursos que nossos pais não tinham, de compartilhar e viver momentos impensáveis pra eles. Eu mesmo tenho amizade de anos com gente que nunca vi pessoalmente na vida! Sem os mensageiros, não tem como. Isso é bom!
    Por outro lado os males são gritantes, já descritos no texto. A gente tem a tentação de viver em tantos momentos virtuais de tal forma que a gente só está nos lugares fisicamente, a mente fica longe. Temos tanto medo que as máquinas se tornem conscientes, mas os seres conscientes estão se tornando robôs. É triste, e eu infelizmente reparo isso todo dia. Fora quando as pessoas se escondem atrás do celular, quando estão com vergonha ou por qualquer motivo. Tem gente que não consegue ficar sozinha, reparar no ambiente, curtir uma musica, não! Tem que estar “conectada”.
    Até porque eu mesmo escolhi me desconectar ao máximo possível. Os dados do telefone só são ativados em caso de necessidade, tento ao máximo não usar o telefone num momento de conversa, meus amigos também são assim, até reclamam se a gente fica em conversas paralelas.
    Todas essas coisas devem ser facilitadoras da nossa vida, e não nos submergir em “realidades paralelas” a ponto de não conseguirmos viver ativamente onde nós realmente estamos. É difícil, mas a minha geração tem que fazer esse esforço, pois nossa situação já está lamentável, visto que quando eu era criança nem celulares nos tínhamos, eu ainda sou do tempo em que as pessoas realmente estavam onde o corpo delas estavam. É uma pena, e quem dera essa luta se estendesse!

    Gabriel Gonçalves – 1º Química 5106847

  • Fellipe Fernando
    28 de abril de 2015 - 10:47 Responder

    Vivemos no seculo da tecnologia,esse aplicativo é muito útil nos dias de hoje, por ser de comunicação rápida é de fácil manuseio e o melhor é que não tem custo! Sabendo usar com moderação não tem mal algum, só vantagens!

  • Suelen Santos
    28 de abril de 2015 - 15:00 Responder

    O whatsapp, assim como a maioria das coisas e situações da vida tem seu lado bom e ruim, quem vai distinguir se é algo de extrema necessidade somos “NÓS”. Dizer que o devido aplicativo foi uma descoberta inútil?! Estaria sendo hipócrita, porém dizer que não tem como viver sem o mesmo?! Impossível! Pra mim a melhor maneira de conviver com essa descoberta é saber utilizar de maneira correta, sem interferir nas minhas prioridades!!!

    Curso: Química
    Matrícula: 5106721
    Aluno: Suelen A. G. Santos.

  • Karolayne Souza
    28 de abril de 2015 - 15:27 Responder

    Gostei da matéria, realmente o que deveria auxiliar nosso cotidiano, para muitos vem atrapalhando, com os avanços tecnológicos muitos perdem o contato de conversas simples e comuns, deixando alguns relacionamentos frios. Onde o que era importante como a presença física é deixado pra trás . Acredito que a matéria acima de tudo serve para nos mostra o quanto a tecnologia vem mudando os hábitos simples e prazerosos.

    Karolayne Dos Santos Souza – 5106849
    1° período – Química Turno: Noite

  • kenia da silva
    28 de abril de 2015 - 15:31 Responder

    Matéria bem interessante mais porém não vejo tanto mal assim, o whatsapp muitas das vezes é uma boa ferramenta de notícias, para falar coisas rápidas, que no momento não daria pra ligar ou coisa parecida, sei que em certos casos rolam muita fofocas, mais vai de cada um, tem alguns momentos que me atrapalha sim, mais mesmo assim sinto Vontade de ter em meu celular, vejo que posso esta ao mesmo tempo com todas as pessoas que eu gosto perto de nim, mesmo estando distantes.
    Curso: Química
    Matricula:5106803

  • Patryck Gonçalves
    28 de abril de 2015 - 15:46 Responder

    Nos dias de hoje o whatsapp é uma ferramenta poderosa de propagação de informnação nas mãos certas, mas como sempre fazemos mal uso, ou uso excessivo de algo que deveria nos beneficiar. Sou a favor da boa e velha conversa cara a cara, mas nem sempre é possível, porém na maioria dos casos essas ferramentas nos aproximam de quem está longe e nos afastam de quem está perto

  • Priscila kellen
    28 de abril de 2015 - 16:17 Responder

    Achei o post bem interessante pois fala sobre a realidade que esta acontecendo no mundo todo, pessoas em vez de conversarem cara a cara preferem forma grupos no whatsapp e passarem o dia todo conversando no celular, por outro lado esse aplicativo foi bem interessante pois permitem que as pessoas que moram longe possam participar do cotidiano de seus familiares e amigos.Na minha opinião o que falta é as pessoas se policiarem com o whatsapp ,pois acabam se desligando do mundo a sua volta para entrarem no mundo virtual o que é uma coisa ruim,pois muitos não se comunicam mais com a própria família para ficar no celular, hoje ao andarmos na rua vimos milhares de pessoas conectados, com os celulares na mão oque acaba aumentando o risco de assaltos.
    Priscila Kellen
    1°Química 5106812

  • Andressa Ligiéro
    28 de abril de 2015 - 16:49 Responder

    ANDRESSA F. LIGIÉRO ENTRIELI – 5106711
    QUÍMICA – I PERÍODO

    O whatsapp é uma ferramenta de comunicação incrível, se usada corretamente e com moderação. Esse novo “meio de comunicação” nos dá a oportunidade de falar com pessoas que não vemos a muito tempo, compartilhamento de fotos de parentes distantes, enfim. Da mesma forma que pode ajudar, também pode atrapalhar. Como foi citado no texto acima, o whatsapp pode acabar com qualquer vínculo familiar, pois hoje dentro das residências, não se tem o diálogo entre pais e filhos que havia antes.
    Observa-se que algumas pessoas, usam para praticar o mal. Pornografia é um exemplo. Fotos e vídeos de adolescentes, adultos ou até mesmo crianças, circulam na “net” de forma natural, sem nenhuma denúncia, afinal, não se sabe quem começou a divulgação.

    Não dá pra negar que o whatsapp é sim, um vício que hoje faz parte do nosso cotidiano.

  • Laís Araujo
    28 de abril de 2015 - 17:19 Responder

    Este texto relata exatamente como é a vida como o whatsapp, muitas pessoas acabaram virando escravas desse aplicativo e quem não tem é excluído da sociedade. As pessoas que eram muito próximas hoje já não são mais, porque aquele momento que você quer atenção pessoalmente a pessoa está mais entretida com o wpp, as vezes nem é mesmo o wpp, como o facebook, instagram, entre outros inúmeros aplicativos de relacionamento. As pessoas esqueceram de viver, pode ser o momento mais importante, porém se o cidadão ouvir o assovio do wpp vai correndo ver. Devemos sim acompanhar o avanço mundial, porém estar com as pessoas que você ama é muito melhor do que apenas falar e ficar clamando pela atenção dela. Até porque hoje ficou muito mais fácil de se ignorar, mentir, fazer o que for que pessoalmente talvez não seria possível, mas pelo wpp é facilmente feito.

  • Ariel César Martins
    28 de abril de 2015 - 17:37 Responder

    O texto é realmente interessante e por muitas informações passadas correto. Entretanto, mesmo havendo sim essa dificuldade de todos em largarem o celular de lado devemos dar atenção pois realmente , a grande massa vive neste aplicativo em questão. Independendo de idade, classe social ou qualquer outro estigma.
    De fato, na atualidade, este vem sendo o melhor meio para se comunicar por diversos fatores. Prioritariamente por todos estarem conectados ao mesmo tempo, seguido de uma possibilidade der organização adquirimos ao criar grupos para falar de algo realmente produtivo.

  • Michel Soares da Paixão
    28 de abril de 2015 - 18:11 Responder

    Hoje eu não quero mais o WatsApp, no entanto estou preso a ele, pois minha família, pessoas da igreja e amigos, todos estão lá, acho um saco ficar recebendo tantas mensagens, e ter que ler para me manter informado inclusive de coisas importantes. Espero que venha logo uma nova tecnologia que o substitua, seria melhor que fosse uma ligação de celular mais em conta.

    Michel Soares da Paixão
    5106810

    • Michel Soares da Paixão
      28 de abril de 2015 - 18:21 Responder

      Hoje eu não quero mais o WatsApp, no entanto estou preso a ele, pois minha família, pessoas da igreja e amigos, todos estão lá, acho um saco ficar recebendo tantas mensagens, e ter que ler para me manter informado inclusive de coisas importantes. Espero que venha logo uma nova tecnologia que o substitua, seria melhor que fosse uma ligação de celular mais em conta.

      Michel Soares da Paixão
      Turma: Química
      Turno: Noturno
      Matrícula: 5106810

  • Luis Gustavo
    28 de abril de 2015 - 20:14 Responder

    A minha visão sobre o aplicativo WhatsApp é positiva. O whatsapp foi criado para uma comunicação mais rápida entre as pessoas em qualquer lugar do mundo, sendo assim o mesmo te dá uma divergecencia abrangente para ser usado, seja para o pessoal ou profissional. Para isso uso o aplicativo. Mas há uma parte da população que usa o mesmo para usufruir de maneira negativa, esquecendo da conversa em particular, esquecendo do respeito mutuo entre as pessoas.

    Luis Gustavo Mundstein
    Educação Física
    6004868

  • michelle Teixeira
    29 de abril de 2015 - 19:55 Responder

    whatsapp, gostei do tema proposto! Esse aplicativo nos aproxima das pessoas que estão longe e nos afastam das pessoas que estão próximas.O fato é que acabamos ficando dependentes do aplicativo e nós tornando frios com as pessoas que vivem ao nosso redor. Eu gosto do aplicativo e irei continuar usando, mesmo sabendo que todos os fatos relatados no texto à cima são veridicos. Michelle Teixeira C. C. dos Santos matricula 5106708 Química 1 período

  • cristiane costa
    2 de maio de 2015 - 23:56 Responder

    O aplicativo do whatsApp, as vezes ajuda ,como na nossa vida pessoal e profissional, mais ao mesmo tempo que nos ajuda, atrapalha, muitas pessoas deixam de lado o trabalho e quer ficar o tempo todo no whats app,deixando seu trabalho de lado, as vezes muitos comentários horrìvéis no whatsApp, pessoas terminam seus relacionamentos pelo whatsApp ,eu tive esta experiência comigo, foi muito ruim pra mim, Mais estamos na era da modernidade, se não acompanharmos , ficaremos pra trás.

  • Adriana Guimarães de Andrade
    5 de maio de 2015 - 19:51 Responder

    È realmente é assim, muitas pessoas ficam presas no whatssap. Pelo menos no horário da faculdade e quando chego no trabalho, tendo não colocar a mão no whatssap, e quando abro tem infinitas perguntas. Afinal, é realmente difícil ficar longe dessa ferramenta tão importante diante de tantas inofrmaçõesque nos traz.

  • Adriana Guimarães de Andrade
    5 de maio de 2015 - 19:52 Responder

    “informações”

  • Débora Moreira
    6 de maio de 2015 - 14:28 Responder

    Que texto maravilhosooo!! Não podemos deixar de viver, dormir, comer por conta disso, conheço pessoas que não o largam por nada, quer conversar com todos e saber tudo ao mesmo tempo, e o que acontece no final e que não deu a devida atenção ao que precisava. Sim, eu estou nessa!! Mas depois desse texto parece que algo despertou em mim, o What é um aplicativo que pode sim nos ajudar em muita coisa, mas quando passa a ser algo incontrolavel é um perigo. Vamos conversar mais com quem esta ao nosso lado. :) :)

  • Rafaela Oliveira
    6 de maio de 2015 - 18:28 Responder

    Nossa adorei!!! O texto é maravilhoso, fascinante e de alguma forma divertido. Realmente parece que as pessoas esqueceram que podem se comunicar através de outras maneiras.Uma vez, um amigo ficou indignado ao ver que seus filhos, mesmo dentro de casa só se falavam pelo WhatsApp. Ele não consegue se acostumar com isso, mas na verdade nem deveria. O mundo mudou, mas nem sempre você tem que mudar com ele.

  • BALTAZAR JÚNIOR
    7 de maio de 2015 - 15:12 Responder

    Vem retratando o que vem acontecendo com as pessoas , poxa o whatsapp e uma excelente ferramenta de comunicação ,Porém não devemos que o nossos relacionamentos com amigos e familiares vem diminuir ou até no ambiente de trabalho venho nos atrabalhar as vezes perdemos oportunidades aos deixarmos de se comunicar frente a frente… Com tudo se sabermos usar o que e bom se torna ótimo.

  • Héllen Sorio
    8 de maio de 2015 - 11:52 Responder

    Excelente texto! Conforme fui lendo ao mesmo tempo fui interagindo, realmente a relação do Whatsapp é como mencionado. O que era apenas um aplicativo, tornou hoje o essencial, tanto para interagir facilmente, quanto os contras de estar exposto a receber mensagens indesejadas, por a pessoa ter uma certa identificação com o seu numero de telefone. Afinal, as relações por meio da internet é o avanço ao seculo XXI.

  • Mitza Geraldes Barros
    9 de maio de 2015 - 12:47 Responder

    Gostei do texto e achei divertido, mas nunca me senti assim como o texto relata em relação ao WHATSAPP. Muitas vezes ele nem tem graça. Tudo de mais enjoa. Tudo tem sua hora, seu tempo! Assim, com medida nada se torna um problema. O importante é saber usar a ferramenta que nos é dada em beneficio e praticidade própria ou alheia.

  • Margareth Correa da Rocha
    11 de maio de 2015 - 18:39 Responder

    O whatsApp realmente tem seu lado bom e ruim, Sou dessas que leio e respondo depois de algum tempo. Adorei os comentários sobre inumeros bom dia… O marcador azul já me deixou em situação embaraçosa muitas vezes. Na minha opinião a melhor maneira de conviver com esse aplicativo é saber utilizar de maneira correta, sem deixar que interfira nas minhas prioridades!!!
    Curso: Gestão de Recursos Humanos
    Matrícula: 1003413
    Aluna: Margareth Correa da Rocha

  • Flavia Neto Santos
    12 de maio de 2015 - 20:37 Responder

    Muito bom o artigo ,mostra a realidade do mundo as pessoas estão cada vez mais conectadas a internet,principalmente whatsap que virou um vicio em todos os lugares.tem pessoas que são prejudicadas no emprego ,em relacionamentos,saúde ..etc…mas tambem nao deixa de ser um instrumento legal de se usar ,você as vezes precisa falar com aquela pessoa e só mandar uma mensagem e a pessoa responde …tem seu lado bom e ruim

    Aluna:Flavia Neto Santos
    Matricula :1004668
    curso :Gestao de Recursos Humanos

  • Raquel Andrade
    14 de maio de 2015 - 10:18 Responder

    Que texto realista e divertido!!!

  • Adelaide Melo da Siva
    17 de maio de 2015 - 11:16 Responder

    O artigo engloba a nossa realidade, uma geração cada vez mais online e pouco off-line. A tecnologia é uma excelente ferramenta, desde que usada sem excesso. Já vivi situações com amigos, onde estávamos reunidos em uma sala e a conversa era pelo WHATSAPP, olhamos um para o outro e começamos a rir e debatemos o assunto. É literalmente um vício!
    A tendência é surgir novas redes sociais, novos aplicativos, então se faz necessário nos policiarmos com nossas atitudes, afinal temos que dominar a tecnologia e não ela nos dominar!

    Aluna: Adelaide Souza
    Matrícula: 2027550
    Curso: Administração
    Unidade: Penha

  • Janaina Santos
    17 de maio de 2015 - 23:52 Responder

    Ótimo texto, concordo plenamente com o conteúdo! Aplicativo que nos traz a realidade, nos põe frente à muitas informações e pessoaa próximas ou de longa distância. Agilidade nas situações imprescindíveis de trabalho, recados alternativos, ligando muitas pessoas, facilitador de recados mas ao mesmo tempo, distanciador de pessoas pois pequenos números não foram seduzidos pelo meio de comunicação mais utilizado no mundo moderno. Ele também distrói laços que antes corpo a corpo, traz um negativo para lares, amizades, relacionamentos como um todo. Infelizmente uma ferramenta tão inteligente, tem seus prós e contras!

  • Janaina Santos
    17 de maio de 2015 - 23:59 Responder

    Não nego que o aplicativo me facilita em diversos momentos, mas já passei por situações contrangedoras tanto com amigos, quanto com minha vida pessoal: Exatamente aquele momento em que você dedica ao descanso lá vem o famoso barulhinho informando nova mensagem. E, que cheguei ao ponto de estar em casa e falar com minha filha, estando eu em um cômodo e ela em outro. Mas parei e pensei: _ Tenho que me desvencilhar um pouco e voltar a viver normalmente. Saber como e onde usar também é algo que nos dá paz.

  • Camila Garcia
    18 de maio de 2015 - 11:41 Responder

    É a realidade hoje em dia, foi elaborado exatamente como utilizamos.

  • Adriana dos Santos
    18 de maio de 2015 - 12:32 Responder

    Texto bacana, gostoso de ler divertido e realista. Me identifiquei muito com os problemas nele citados.
    Parabéns a jornalista Milene da Mata.
    Sou aluna do curso de Secretaria Executiva bilingüe, 5º período da universidade Unigranrio.

  • Cíntia Torres da Silva
    18 de maio de 2015 - 13:36 Responder

    Meus parabéns jornalista.Realmente essa tecnologia está invadindo a nossa privacidade e muitos não percebem.Temos que saber utilizar os meios que essa nova era nos oferece,senão acabaremos sendo refém dela.

  • Viviane Alves Martins - Gestão RH - Unigranrio Penha
    18 de maio de 2015 - 16:31 Responder

    O aplicativo surgiu para facilitar muitas coisas, o serviço de internet hoje em dia é barato e que permite conversas e compartilhamento de arquivos com pessoas de qualquer lugar no mundo, a qualquer hora, mas o exagero acabou fazendo dele uma doença acima de qualquer necessidade, fugindo do controle nossas ações. Temos que ter mais cuidados com essas ferramentas que estão a cada dia mais próximas de nós e sabe utiliza las de forma moderada.

  • Viviane Alves Martins
    18 de maio de 2015 - 16:35 Responder

    Texto muito realista. O aplicativo surgiu para facilitar muitas coisas, o serviço de internet hoje em dia é barato e que permite conversas e compartilhamento de arquivos com pessoas de qualquer lugar no mundo, a qualquer hora, mas o exagero acabou fazendo dele uma doença acima de qualquer necessidade, fugindo do controle nossas ações. Temos que ter mais cuidados com essas ferramentas que estão a cada dia mais próximas de nós e sabe utiliza las de forma moderada.

  • Angélica Alves
    18 de maio de 2015 - 17:39 Responder

    Realidade nua e crua, cada dia mais nos deixamos levar por esse “canalha” sabemos que é assim e não o deixamos, aff essa doce e amarga dependência.

  • Rosana
    18 de maio de 2015 - 22:52 Responder

    Livre do vicio, hoje uma nova mulher.

  • Rosana silva
    18 de maio de 2015 - 22:53 Responder

    livre do vicio, uma nova mulher.

  • Alexsandro Segal
    18 de maio de 2015 - 22:54 Responder

    Sábias palavras Milene!

    Em muitos casos o Whatsapp tem se transformado na terceira pessoa na composição de um triângulo amoroso. Relacionamentos se deterioram, marido e mulher, até mesmo na cama, permitem que está “espécie de Ricardão”, atrapalhem(talvez), o único momento do dia para está a dois e planejar o futuro, ou simplesmente para saber como foi o dia da pessoa amada.É impressionante como somos facilmente dominados!!!

  • Tatiana
    18 de maio de 2015 - 22:58 Responder

    Visto

  • Carina Maia Rodrigues - RH - Penha
    19 de maio de 2015 - 08:33 Responder

    O whatsapp é mais uma ferramenta tecnológica que deveria ser usada para facilitar a comunicação, porém, assim como a internet, ela também vem sendo usada de forma errada. Assim como o facebook, as pessoas se expõe e gastam um tempo enorme e desnecessário com coisas que não irão acrescentar em nada. O intuito do whatsapp seria aproximar quem está longe, mas o tiro saiu pela culatra quando afastou a interação das pessoas que estão perto.

  • divanilda de brito
    19 de maio de 2015 - 11:04 Responder

    achei interesante chama-lo de canalha.Afinal de contas pensa que pode dominar todo o meu tempo,me subornando e me colocando em entrigas.Ele o watsapp sempre vai ficar em ultimo plano na minha vida.Jamais ele vai ter o primeiro lugar.Vou continuar almoçando em família,conversar pessoalmente com minhas amigas,prestar atenção as aulas da faculdades,cultos religiosos e festas sem me importar com o CANALHA.

    • divanilda de brito
      19 de maio de 2015 - 11:06 Responder

      achei interesante chama-lo de canalha.Afinal de contas pensa que pode dominar todo o meu tempo,me subornando e me colocando em entrigas.Ele o watsapp sempre vai ficar em ultimo plano na minha vida.Jamais ele vai ter o primeiro lugar.Vou continuar almoçando em família,conversar pessoalmente com minhas amigas,prestar atenção as aulas da faculdades,cultos religiosos e festas sem me importar com o CANALHA.

      FAÇO ENFERMAGEM 4111019

  • debora couto
    19 de maio de 2015 - 11:30 Responder

    eu trabalho na net e sou obrigado a viver no whatsapp, serio eu nao gosto muito por isso adorei a materia

  • Aline Gomes
    19 de maio de 2015 - 11:41 Responder

    Muito bom!! Acho o WhatsApp um meio facilitador para a comunicação, porém, é necessário dosar o uso constante para não nos afastarmos do mundo real! As coisas mais simples da vida são as melhores!!!!

  • Joice Mancio
    19 de maio de 2015 - 15:23 Responder

    Texto muito bom !
    A realidade e o cotidiano é desse jeito, mas podemos nos doutrinar. Vivíamos sem o WhatsApp até pouco tempo, então podemos viver por algumas horas sem ele

  • Solange Amorim
    19 de maio de 2015 - 15:30 Responder

    Parabéns!!! Muito bom o texto!!! Um texto divertido, gostoso de se lê que representa a realidade!!!

  • Jean Paulo Dos Santos Costa
    19 de maio de 2015 - 16:04 Responder

    Muito bom este texto, e com uma linguagem informal apropriada para os jovens, afinal são eles que mais usam essa tecnologia dos aplicativos, tipo wathsApp, muito interessante, abordando como essa ferramenta faz cada vez mais parte do nosso cotidiano.

  • Raquel
    19 de maio de 2015 - 16:57 Responder

    Perfeita descrição do Wathsapp, todos comentam e todos querem ter dados móveis só para não ficarem desatualizados.
    Texto de fácil leitura, interessante e objetivo, retrata com perfeição o que acontece nos dias atuais.

  • Thayane
    19 de maio de 2015 - 18:36 Responder

    Nossa, maravilhoso !! O texto descreveu muito bem nosso cotidiano junto com o whatsapp, tudo que foi dito é a grande verdade do momento.

  • Dilza Sousa
    19 de maio de 2015 - 19:10 Responder

    Amei! É a mais pura verdade!

  • Beatriz Fernandes
    19 de maio de 2015 - 21:18 Responder

    Adorei o texto! É exatamente como nos sentimos em relação ao WhatsApp. Muitas pessoas não se veem sem ele, e como se tornou uma febre na população. Mas ainda tem seus prós e contra, ao mesmo tempo que te ajuda, no contato com outras pessoas, familiares e amigos, atrapalha seu rendimento e concentração no trabalho, as pessoas não sabem separar o momento de “estar” no whatsApp. Hoje presto atenção nas pessoas dentro do carro, principalmente o carona, ele sempre está no celular, e 99% de chance de estar no WhatsApp. É um bom texto para paramos e refletirmos sobre a influência que ele trás para as nossas vidas.

  • mary kielda
    20 de maio de 2015 - 13:16 Responder

    Adorei o texto.

  • Sarah Alves
    20 de maio de 2015 - 14:28 Responder

    Excelente!!!!Muito bom!!!
    É desse jeito rsrsrsrsrsrs

  • Bárbara Régia Da Cunha Pessanha
    20 de maio de 2015 - 16:31 Responder

    Uma reflexão sobre o mundo atual,simplesmente me senti dentro do texto! rs
    Parabéns a Jornalista.

  • Andrade
    23 de maio de 2015 - 15:34 Responder

    Olá, gostei do artigo. Para quem está começando agora são dicas muito importantes. Sucesso!

  • francisco
    23 de maio de 2015 - 18:23 Responder

    olá gostei do artigo aguardo mais dicas eu estou começando agora tudo isso é muito importante para min.

  • André
    27 de maio de 2015 - 11:20 Responder

    perfeito..as pessoas não sabe utilizar watsap da forma correta, deixa que watsap as dominem..

    • laryssa sousa
      1 de junho de 2015 - 12:53 Responder

      Ameiiii Gostei muito Tudo combinou comigo

  • KARLA POLESKI
    10 de junho de 2015 - 07:39 Responder

    ADOREI!!
    HOJE REALMENTE AS PESSOAS NÃO CONSEGUEM VIVER SEM O WHATSAPP QUE ATÉ ESQUECE DE VIVER.
    TUDO NA VIDA TEM O SEU LADO POSITIVO E O NEGATIVO! NESSE CASO APROXIMA AS PESSOAS QUE ESTÃO LONGE DE VOCÊ E DISTÂNCIA DAS PESSOAS QUE ESTÃO AO SEU LADO.
    PENSE COM CARINHO!!!!!!

  • Andrea Lessa
    10 de junho de 2015 - 16:56 Responder

    Boa tarde!

    Adorei o texto, realmente acho que o wathsapp aproximou muitas pessoas que pessoalmente nem se olhavam, porém aquelas que tinham um convívio foram afastadas pelo mesmo motivo. Acredito, que com o avanço tecnológico as pessoas irão se afastar ainda mais, cabe a cada um se policiar e não deixar que a tecnologia suma com os encontros com os amigos, com as reuniões em família e tantos outros relacionamentos que necessitam do calor humano e não de uma mensagem.

  • Larissa F
    14 de junho de 2015 - 19:19 Responder

    O WhatsApp é um aplicativo que foi feito para facilitar nossas vidas e não nos atrapalhar. Basta saber usar essa ferramenta de maneira construtiva para economizar tempo, rir, estudar, papear e não se deixar envolver de tal maneira que a convivência seja afetada.
    Odontologia 7º período – Caxias
    Grupo: Francine Bittencourt, Jéssica Alvares, Larissa Frazão, Nathalya Lübe, Stephany Soares e Thayane Vieira

  • Marcela
    16 de junho de 2015 - 20:38 Responder

    O Whatsapp é uma boa ferramenta para vários casos, e como a maioria das mídias sociais, ele aproxima quem está longe e afasta quem está perto.
    As pessoas ficam dependentes e viciadas no Whatsapp, e acabam perdendo muito da vida, por ficarem só ligadas e focadas no celular.
    O aplicativo é uma boa ideia, mas as pessoas não sabem usar.
    Odontologia – Caxias – 7° período
    Grupo:Daniel Bulhões, Gabriela Fernandes, Jacqueline Fernandes, Lucas Guimarães, Marcela Abreu, Marcos Henrique, Matheus Leite, Mayara Zanon e Rafael Viana

  • aline
    23 de junho de 2015 - 16:04 Responder

    Sou sua fã cara ! Amo seus texto . E esse tá maravilhoso! Parabéns milene ! Sucesso ♡

    • a terapia de alice
      23 de junho de 2015 - 20:45 Responder

      Que querida! Muito obrigada, Aline!! <3
      Super beijo pra você!

  • Verônica Medeiros
    24 de junho de 2015 - 09:50 Responder

    hahaha muito bom, Mi! Adorei ;) whatsapp is the new canalha! hahaha

  • Suelen Pimentel dos Santos e Kelfanny Pimentel Montimór
    15 de agosto de 2015 - 10:51 Responder

    Suelen Pimentel dos Santos – 4004363
    Kelfanny Pimentel Montimór – 4004371
    DISCIPLINA DE ODONTOPEDIATRIA BARRA

    O whatsapp foi uma criação muito favorável sim , pois este facilitou a comunicação entre pessoas distantes, permitindo uma maior interação e também para pessoas que tem a vida muito corrida possibilitou que estas entrem em contato com diversos tipos de pessoas e resolvam certos tipos de problemas mais rapidamente. Todavia, apesar de aproximar quem está longe afastou quem está perto, pois gerou um vicío, uma necessidade constante de estar inteirado e participando ativamente de tudo o que ali acontece, seja em uma conversa em grupo ou individual, prejudicando assim o relacionamento e a socialização em tempo real.

  • Fabricio de Sousa
    18 de setembro de 2015 - 22:13 Responder

    Muito top o texto! Totalmente compartilhável.

  • Leonardo
    20 de setembro de 2015 - 13:46 Responder

    Minha opinião, whats app para mim é a essência de deus em forma de tecnologia. Imaginem, deus terem todos seus contatos e todos falarem com ele. Você é digno de sua atenção? Reflitam. Grande abraço a todos.

  • Sandro
    28 de setembro de 2015 - 22:51 Responder

    Lembrei-me de um poema:

    “Toda a tecnologia,
    Se é boa na teoria,
    Na prática, é pura hipocrisia.
    O bem que proporcionar deveria
    Corrompeu-se em mal, quem diria!

    O tempo que disponibilizou
    Otimizando as tarefas,
    Mais tempo que este tomou
    Sobrecarregando-nos à beça.”

    “Que modernidade é esta
    Que só destrói, tira-nos a felicidade
    Roubando de nós nossas forças
    Toda nossa vivacidade?

    Se isto é modernidade
    Prefiro ser retrógrado,
    Quero voltar à antiguidade.
    Lá ao menos melhor se vivia,
    Pois não existia
    Tanto desrespeito à nossa humanidade.
    Oh, hipócrita modernidade!”

  • Sandro
    28 de setembro de 2015 - 23:49 Responder

    “E as redes sociais que nos prendem com “suas redes”?
    O Orkut, o MSN, o Facebook e o WhatsApp…
    Virtualmente nos aproximam,
    Fisicamente nos afastam,
    Emocionalmente nos aprisionam,
    Sutilmente o Mal em Bem transformam!”

  • andrea vieira
    13 de outubro de 2015 - 11:31 Responder

    É isso mesmo, uma pena que as pessoas estão viciadas.

  • jorge brasil
    14 de outubro de 2015 - 08:59 Responder

    Sem generalizar
    O whatsaspp vem gerando um desequilíbrio muito grande no social, e está só começando!
    Praticamente esse aplicativo virou refugio de pessoas com depressão ou qualquer outro problema associado a socialização.
    Daqui a alguns anos vamos ver o reflexo causado por essa tecnologia barata e acessível de mais!

  • Livia
    21 de outubro de 2015 - 00:36 Responder

    Saudades dos anos 80 e 90, éramos felizes e não sabíamos…

  • Carmem Sousa
    24 de outubro de 2015 - 11:46 Responder

    adorei!!! Eh sabemos do mundo virtual que e vivenciado pela sociedade, não tem mais controle cada dia que passa a tecnologia e criada e renovada, e nos termos que se adaptar (*:*)

  • Luciana
    29 de novembro de 2015 - 11:26 Responder

    O wathsapp vem criando grupos fechados e acaba dsestruturando pessoas que acham que por fazer parte de grupos assim outras pessoas que não fazem parte estão fora do convívio delas estão deixando de viver em sociedade de ser solidárias, vivenciei isto semana passada na escola de minha filha tem um grupo de mães ao qual não faço parte são crianças do 2º ano do ensino fundamental, então elas resolveram entre si dar umpresente a professora de fim de ano que vai ser casar, excluindo as crianças que a mãe não fazia parte do grupo delas, então minha filha visualizou pelo meu facebook a tia agradecendo o presente com o noivo e um cartão ao qual constava a foto das crianças que deram o presente minha filha não se viu ali e me perguntou disse que ninguém tinha comentado com a mamãe sobre lista de presente ao qual minha filha sendo criança ficou um pouco chateada ela tem apenas 8 anos, na hora também fiquei chateada porque excluir crianças que as mães não fazem parte não poderia perguntar na escola se queriam participar, já que a turma é só de crianças e que as excluídas viriam a outras dar o cartão e o presente, então coloquei na postagem da professora poxa ninguém avisou que ia dar um presente para a tia, Letícia ficou chateada por não participar.
    Então na escola fui falar com a tal mãe que organizou inclusive estava junto da patota, perguntei sobre o presente e ela me respondeu que o grupo era fechado e entre elas resolveram dar um presente a professora, então disse a ela que criança não entende disto e que a Letícia ficou chateada, que por mim não que tanto fazia minha filha entrar numa lista ou eu comprar um presente e ela dar sozinha, sinto qu teve mãe que ficou muito sem graça, mas esta se achou certa e inclusive me bloqueou no face dela, se achando certa achei um absurdo esta exclusão, detalhe o colégio de nossos filhos são de freiras franciscanas ao qual a irmã de manhã fala sobre a importância de se respeitarem viver em sociedade,ajuda entre si e eza o pai nosso, agora te pergunto o que essas mães estão fazendo ali com seus filhos, porque nada do que é dito esta sendo praticado por elas, estão ensinando seu filhos a viverem em grupos fechados e não em comunidade, no mundo em que estamos isto é muito ruim, por isto é que crescem e viram moças e rapazes sem respeito ao próximo vivem somente em panelas.
    Se sentindo chocada.

  • Lisiane
    3 de dezembro de 2015 - 00:47 Responder

    Adorei mesmo! tudo que eu precisava ler!

  • VANIA SILVA APOLINARIO
    3 de dezembro de 2015 - 21:11 Responder

    SHOW !!!
    PERFEITO ESSE TEXTO.
    WHATSAPP ESTA PRENDENDO MUITA GENTE.

  • mendes
    9 de dezembro de 2015 - 21:27 Responder

    Interessante matéria, aguardo mais matérias semelhante a esta, convido vc a visitar o meu artigo.

  • Cláudio Castro
    18 de dezembro de 2015 - 10:10 Responder

    Gostei muito do texto, confesso que não uso esse aplicativo, prefiro usar o telefone convencional e que não seja o celular para contactar os meus amigos e familiares,posso até tá errado em não utilizar toda essa tecnologia porém prefiro olhar nos olhos ou seja ouvir mais, simplesmente conversar.

  • Luiz Carlos
    18 de dezembro de 2015 - 19:29 Responder

    Olá,gostei muito do conteudo de seu site, para mim que sou iniciante é de grande validade as materias.
    Agaurdo novas postagens.

  • Paulo Santiago
    19 de dezembro de 2015 - 18:52 Responder

    Olá, gostei do artigo, aguardo mais dicas como esta. Gostei muito como o assunto foi abordado.

  • Airton Teixeira
    20 de dezembro de 2015 - 00:42 Responder

    muito bom o artigo, gostei bastante vou compartilhar, obrigado..

  • Valdemir Araujo
    26 de dezembro de 2015 - 20:52 Responder

    Olá, gotei muito do artigo, aguardo mais dicas como esta. Para mim que estou começando agora são dicas muito importantes.

  • Lígia
    28 de janeiro de 2016 - 08:40 Responder

    O mais impressionante é qdo as pessoas ficam magoadas se vc diz que não tem whatsapp. Recentemente, uma prima minha, que mora em outro estado, ficou com raiva pq eu disse que não tenho. Parou de enviar e-mails. Até pensei em instalar, só para não magóa-la, mas desisti, pois acho o fim da picada uma pessoa se afastar pq acha que, se vc gosta dela, tem de se comunicar pelo whatsapp. Ou seja, vc é punida se não tem o aplicativo! Mas sei que tem um lado bom. Minha cunhada que mora nos EUA, por ex, manda vídeos, áudios e mensagens para meu marido. Mas nem assim eu animo a ter.

  • Weslley Ribeiro
    8 de março de 2016 - 00:33 Responder

    Olá,
    Desculpa incomodar!
    Achei seu blog interessante! Sou iniciante no marketing digital!
    Será que não poderia passar no meu blog e comentar sobre como ficou!
    Agradeço a atenção!
    Espero contar com sua ajudar!
    Obrigado :)

  • Golias
    15 de março de 2016 - 21:16 Responder

    Era o que eu precisava mesmo. Obrigado.

  • otavio
    30 de março de 2016 - 15:22 Responder

    É com essa acabei meu relacionamento conturbado,mau entendido fofocas,desatenção na hora de escrever,lendo msn atrasadas fazendo ma interpretação,do texto,msn que foram copiadas e repassadas pra outras pessoas,interessada em destruir e nao construir, colaboração da parceira em achar que pegar o whatsapp dos amigos era educado engano total nao façam isso como dizem porai :FICA ADICA, nunca interfira nas relaçoes de amizade nao tire fotos e pergunte pra amigo safado(a) vou te envie?pronto ja era o safado(a) vai ficar te cantando a nao ser quer vc facilite pra ele e achou interessante para um relacionamento futuro,apostando que o seu ja tava indo pro beleleu,um meio facil de fazer amizade é a troca de fotos e videos mas so para os solteiros nunca em relações serias seria um desastre seu marido namorado descobri que vc virou amigo em redes social e anda trocando elogios,seria fatal a desconfiança,seu relacionamento esta preste a desmoronar.vi isso recentemente e nao desejo pra ninguem é como ser traido na sua cara na sua frente , e nao tem conserto,adcionou todo mundo e agora com que cara vc deleta essas pessoas da festinha que participou tomando todas e adcionado todo mundo que via pela frente FUDEU agora é tarde acordar pra vida.

  • Marília
    30 de março de 2016 - 22:50 Responder

    Esse texto é perfeito, mas não se encaixa na minha realidade totalmente. Eu uso bastante o aplicativo, mas sei dosar sem deixar virar um vício, pois para mim é bastante econômico porque eu quase não gasto o crédito do meu telefone, me comunico com o grupo da faculdade para tirar as minhas dúvidas e com as minhas colegas de trabalho também.

  • Ana
    1 de abril de 2016 - 21:38 Responder

    me interesso muito pelo assunto, e seu blog tem sido de muita importância para mim, obrigado

  • Marleide Ferreira do Nascimento
    5 de abril de 2016 - 10:59 Responder

    Bem, prefiro ficar com ele e correr o risco, os benefícios são bem melhores do que os problemas causados. Através dele, sinto que estou viva no mundo das informações e conectada, mas cabe
    a mim ter controle, bom senso e participação.

  • Artur
    6 de abril de 2016 - 22:50 Responder

    Cada vez que pesquiso sobe isso vejo quanta informação equivocada tem, e esse site me ajudou bastante com informações de qualidade, obrigado!

  • BEATRIZ MAXIMO
    7 de abril de 2016 - 21:55 Responder

    Showzaço!!!! Adorei seu texto !!! Abs

  • Maicom
    11 de abril de 2016 - 22:04 Responder

    material muito importante, muito obrigado pelas dicas, muito grato!

  • Viviane Barros
    13 de abril de 2016 - 16:21 Responder

    Adorei o texto, é bom ler sobre coisas que vivenciamos, o texto e verdadeiro agradável e engraçado nota 10 muito bom.

  • Gustavo Suassuna Nóbrega
    14 de abril de 2016 - 11:00 Responder

    Eu jamais perderei meu precioso tempo, que já é por deveras exíguo, adquirindo esse aplicativo de bosta que só nos faz perder a individualidade, a privacidade e que nos faz considerar essencial uma coisa que na verdade apenas é acessória e descartável.
    Melhor conversar pessoalmente com os amigos do que por meio desse treco. Melhor fazer um pornô ao vivo com a namorada do que apelar fazendo um vídeo mostrando as partes pudendas pra ela, e vice-versa.

  • Rodrigo
    19 de abril de 2016 - 21:57 Responder

    Realmente faz muito sentido, obrigado por essas dicas, adorei o site!

  • Consulte Operadora
    3 de maio de 2016 - 23:42 Responder

    haha. Pior que quando não estou no WhatsApp por conta dos “bloqueios”, estou procurando saber quando vai desbloquear… Foi assim que eu vim parar aqui, por sinal, belo artigo. Valeu muito a reflexão de como as coisas estão andando.

    P.S. Ainda bem que o WhatsApp já foi liberado ^^

  • Elvis Leite
    3 de junho de 2016 - 10:00 Responder

    Cara, foi um dos melhores artigos que li nos ultimos tempos. Parabens!

  • Mario Augusto
    20 de junho de 2016 - 12:39 Responder

    Nossa, nunca havia pensado dessa maneira. Muito bom mesmo! Parabéns

  • Michelle
    25 de setembro de 2016 - 20:24 Responder

    Vcs conseguiram fazer com que eu veja de um jeito diferente essa historia de watzap, jamais pensei que eu era assim, as vezes acontece, parece um vicio que não consigo ter noção das minhas atitudes perante o celular.

  • Leonardo Aguirre
    10 de outubro de 2016 - 17:15 Responder

    Gostei do texto, agora mesmo estou chorando pq estou em um grupo onde o pessoal não para de falar e pior que o assunto não tem nda a ver com o grupo, fui tomar banho voltei tinha 133 msgs só deles em menos de meia hora, foi onde me irritou, não sou muito acostumado a ter muitas msgs e to tentando acostumar mas ta sendo bem dificil, e fui falar pra eles isso e sabe oq aconteceu? Fui completamente ignorado, ai falei e novo uns mandaram eu silenciar ja fiz isso, outros falaram pra mim tacar o celular no chão ou desligar a internet, e por mais que eu queira sair do grupo eu gosto deles, então estou nesse impasse não sei oq fazer mais, espero que possa me ajudar.

    • Fabrício
      18 de outubro de 2016 - 19:53 Responder

      Olá Leonardo aconteceu o mesmo comigo. Optei por passar um processo de desintoxicação, a saber, sair de todos os grupos, inclusive família. Há duas semanas saí definitivamente do whatsapp. Senti falta nos primeiros dias. Hoje encontro-me em paz sem a necessidade absurda de me sentir obrigado a responder todas as mensagens quando chegava em casa pela noite.
      Infelizmente as pessoas atualmente têm usado as ferramentas de comunicação para impor suas ideias e opiniões e quem discordar é marginalizado nas periferias virtuais que são criadas. Há pessoas que mesmo estando em diversos grupos não se sentem parte de nenhum deles. É como estar só na multidão.
      Bom mesmo é experienciar o que a vida pode nos proporcionar no mundo real, com olhos nossas discrepâncias fazendo completude um no outro.

  • Luiza
    5 de março de 2017 - 21:02 Responder

    Acho que abandoná-lo é dar espaço para viver coisas reais na minha vida. Senti que tive parte preciosa do meu tempo roubada inutilmente. Não sei se sou fraca, ou me viciei. Mas sou uma pessoa ansiosa e não sei lidar com esse mundo também. Senti Paz ao desinstalá-lo. Sei que vou pagar um preço por isso, mas é a vida… Adorei a matéria, me identifiquei e só li verdades.

  • Rafaela
    19 de fevereiro de 2018 - 09:02 Responder

    Isso reflete a vida de muitas pessoas. Parabéns pelo texto!

  • Fernando
    8 de março de 2018 - 14:43 Responder

    É um alívio tremendo desinstalar esse aplicativo.
    Ele só te enche o saco o tempo todo e invade tua privacidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *