Go to Top

Não se acomode com um amor que te incomoda

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Vocês já estão há um tempo neste relacionamento… apesar dos esforços – algumas vezes mútuo, mas muitas vezes apenas da sua parte – algo parece estar errado, você não se sente feliz. Mas você continua tentando, afinal, apostou fichas demais para desistir agora.

Desistir pode parecer pesado, não se aplica a você que já tentou tantas vezes fazer este relacionamento dar certo. Mas é preciso assumir e aceitar quando já se tentou o suficiente… algumas vezes os prós não compensam os contras, e muitos dos momentos bons que você consegue colocar na balança não passam de lembranças…

As palavras parecem vazias, o toque já não tem mais carinho. Fez sentido em algum momento, mas hoje a realidade é outra. E não é só uma fase ruim, nem apenas uma crise. É um momento que veio para ficar até que um de vocês tome a decisão de colocar um ponto final neste sofrimento. Não feche os olhos, não finja que não está percebendo, jogue essa máscara no chão. Está tudo bem, você fez mais que podia, mas agora é hora de seguir em frente sem olhar para trás. Pode parecer triste, mas acredite: vocês podem ser muito mais felizes separados.

A pior solidão é aquela que a gente sente quando está ao lado de alguém. Você não precisa se submeter à esta dor, conviver com algo que não te faz bem. Chega dessa angústia, deste pesar. Você merece mais! Não se acomode com um amor que te incomoda… no final das contas, se te incomoda tanto assim, talvez nem seja amor.

♥ VEM ACOMPANHAR TAMBÉM
(clique para seguir)
NO INSTAGRAM:
@milenedamata|@aterapiadealice
YOUTUBEFACEBOOKTWITTER

 

 

 

 

29 Respostas para "Não se acomode com um amor que te incomoda"

  • Lavínia Moreira
    20 de julho de 2015 - 17:46 Responder

    Me identifiquei demais. Porque sofrer por algo que nao te faz mais feliz, desconfianças ou até mesmo por alguém que não faz questao de está ao teu lado. Beijos

    • a terapia de alice
      11 de agosto de 2015 - 20:53 Responder

      Verdade, Lavínia! Não faz sentido, não é mesmo?
      Muito obrigada pelo seu comentário, continue acompanhando o blog! ♥

  • Jaqueline
    20 de julho de 2015 - 18:06 Responder

    Me edentifico com todos os textos.
    Felizmente aceitei que já não dava mais, amo esse blog

    • a terapia de alice
      11 de agosto de 2015 - 20:54 Responder

      Aceitar é a parte mais difícil, mas depois as coisas só melhoram. :)
      Muito obrigada pelo comentário, Jacqueline! Continue acompanhando o blog. ♥

    • Alana
      20 de outubro de 2015 - 19:48 Responder

      Esse texto me descreve muito na fase que estou vivendo ultimamente . Terminei meu namoro a 5 anos pois caiu na rotina,tive um maravilhoso ex namorado do qual só guardo coisas boas mais infelizmente me acomodei ou melhor nos acomodamos e p mim o namoro estava ruim e depois de tantos “vai e volta” eu tive forças e decidi terminar pois eu não estava me sentindo feliz. Mais agradeço sempre a Deus por tudo que vivi pois de tudo tiro proveito e experiência . ;)

  • Cristina
    20 de julho de 2015 - 23:43 Responder

    Meus Deus, era tudo o que eu precisava ler..vou ler mais um monte de vezes e pensar bem sobre esse assunto..

    • a terapia de alice
      11 de agosto de 2015 - 20:55 Responder

      Isso, Cristina!!! Leia quantas vezes precisar, e lembre-se: você merece mais! ♥
      Um grande beijo pra você, obrigada pelo comentário. :)

  • Gildeane
    21 de julho de 2015 - 00:38 Responder

    Texto ótimo!

    • a terapia de alice
      11 de agosto de 2015 - 20:56 Responder

      Muito obrigada! :D

  • Débora Vieira
    21 de julho de 2015 - 10:35 Responder

    Muitoo lindo o texto. me identifiquei .
    Parabéns

    • a terapia de alice
      11 de agosto de 2015 - 20:56 Responder

      Obrigada, Débora! Continue acompanhando o blog. Super beijo ♥

  • Cristina Silveira Basko
    21 de julho de 2015 - 21:39 Responder

    E o que dizer, que é exatamente isso. Parabéns

    • a terapia de alice
      11 de agosto de 2015 - 20:57 Responder

      Né! :)
      Obrigada, Cristina, sempre bom ler seus comentários aqui! ♥
      Super beijo pra você.

  • Raira Cristina Santos da silva
    23 de julho de 2015 - 00:12 Responder

    Amo os seus textos são os melhores

    • a terapia de alice
      11 de agosto de 2015 - 20:57 Responder

      Ahh, que linda, Raira, muito obrigada pelo carinho!
      Um super beijo pra você ♥

  • Mercedes Barao
    24 de julho de 2015 - 22:04 Responder

    Parece que escreveu para mim….

    • a terapia de alice
      11 de agosto de 2015 - 20:58 Responder

      :)

  • Kelly
    14 de agosto de 2015 - 08:57 Responder

    “A pior solidão é aquela que a gente sente quando está do lado de alguém.”
    Exatamente isso, concordo muito com o texto e digo com toda a certeza e conhecimento de causa: quando temos alguém do lado que antes era a melhor companhia e de repente passamos a nos sentir sozinhos, não é mais amor…vale mais a pena cada um procurar sua felicidade em outro caminho.

    • a terapia de alice
      14 de agosto de 2015 - 19:55 Responder

      Verdade, Kelly! Concordo muito com você! :)
      Um grande beijo, continue acompanhando o blog! ♥

  • Lavinia Souza
    14 de agosto de 2015 - 15:41 Responder

    Carambaa!! Esses textos são demaais!
    Estou amando…<3

    • a terapia de alice
      14 de agosto de 2015 - 19:54 Responder

      Muito obrigada pelo comentário! :D
      Grande beijo, Lavinia!!!

  • Lígia
    15 de agosto de 2015 - 01:41 Responder

    Já tem um tempo que tive a coragem de aceitar que eu merecia mais, e tomei a decisão que mudou minha vida. Hoje eu sei que eu realmente fiz a escolha certa, e o texto é maravilhoso pois diz a verdade que a gente custa acreditar. Obrigada por esse texto, parabéns! ❤

    • a terapia de alice
      15 de agosto de 2015 - 12:26 Responder

      Eu que agradeço pelo comentário, Lígia!
      E parabéns pela coragem! ♥
      Um grande beijo pra você, continue com a gente. :)

  • Emanoel Carlos
    7 de outubro de 2015 - 17:31 Responder

    Eu acho que sou o único homem que lê esse blog rs.

    Estou nesse dilema, está sendo muito dificil seguir com a decisão tomada, mas acredito que faz parte do processo para que os frutos sejam colhidos.

    Obrigado

  • Ana Paula
    5 de novembro de 2015 - 19:22 Responder

    Nooossaaa este texto é bem o que eu estava vivendo…e tive que tomar a decisão, foi difícil, mas agora percebo que foi melhor assim. Adoro todos os textos de vocês!! Beijoos

  • Lilian
    28 de janeiro de 2016 - 15:32 Responder

    Texto Perfeito *-*

  • Ana Paula
    5 de março de 2016 - 21:08 Responder

    Como me identifico tanto com os textos do blog ? É um melhor que o outro!
    E esse em especial bem certo o que estou passando, essas coisas são tão tristes :-‘( muitas vezes não enxergamos que está na hora do ponto final..
    Obrigada pelos textos lindos vocês são incríveis meninas ♥♥

  • Sarah
    5 de março de 2016 - 23:10 Responder

    Eu não consigo terminar e isso esta me sufocando :(

    • Amanda
      2 de abril de 2016 - 18:21 Responder

      Eu também tô assim ainda gosto dele mas não me sinto mais feliz, e não somos maos do jeito que éramos…Não sei o que fazer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *