Go to Top

Eu vou casar, mas não vai ser com você

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

É bem verdade que você não foi o meu primeiro amor, mas assim como ele, você também me ensinou muitas coisas. Aprendi com você a andar de bicicleta, no auge dos meus 20 anos e a enfrentar meus medos. Você me ensinou a dirigir também, e graças a você hoje coloco o carro em qualquer vaga por menor que ela seja. Você me ajudou a estudar para o vestibular, e quando eu passei, você dizia para quem quisesse ouvir: “Foi graças a mim!”

Houve um tempo em que eu idealizava uma vida a dois, com uma casa grande, churrasqueira para almoço de domingo e crianças correndo de um lado para o outro. Só que você idealizava outros sonhos, e não era isso que você esperava para seu futuro, você era individualista demais pra dividir a minha atenção com uma casa grande, e defendia a ideia que cada um morasse no seu canto, sem cobrança, sem problemas e sem compromisso. Eu aprendi com você a ser mais individualista, e a sonhar com um apartamento bem grande só pra mim, com um closet cheio de roupas e uma estante cheia de livros


De todas as coisas boas e ruins que você me ensinou, a mais importante foi o aprendizado de ser mais egoísta. Você me ensinou a ser assim, e hoje quem me vê pensando só em mim nem imagina o porquê. Você nunca deixou o seu trabalho de lado para me dar atenção, nunca deixou os seus amigos esperando e resolveu ficar comigo porque eu estava num dia ruim. Eu, que te admirava em tantas áreas, comecei a te admirar nessa também, e no momento que isso aconteceu, quando eu aprendi a me amar como você se amava, eu te deixei.

Você foi meu espelho, não somente para andar de bicicleta e estudar para o vestibular, mas para me ensinar a pensar em mim, e hoje minha casa é habitada por diversos sapatos, muitos livros e tanta felicidade que não tem espaço pra você. Um dia, de tanto correr atrás de você, acabei cansando, e não tinha disposição pra correr atrás dos meus sonhos, mas esse tempo chegou ao fim. Pensando bem, talvez eu venha a dividir essa casa grande e almoços de domingos intermináveis com outra pessoa, mas provavelmente não será com você, até podemos ser amigos meu bem, mas se um dia você casar, não será comigo.

 

Bases_Assinaturas_ATerapiaDeAliceNatalia

 

18 Respostas para "Eu vou casar, mas não vai ser com você"

  • Larissa
    19 de julho de 2015 - 19:19 Responder

    Preciso aprender isso!
    Adorei, parabéns Natália :)

    • a terapia de alice
      20 de julho de 2015 - 09:19 Responder

      Obrigada Larissa ♥

  • Fernanda Leite
    20 de julho de 2015 - 15:36 Responder

    Texto maravilhoso, parabéns!

  • Juliana Élida
    23 de julho de 2015 - 08:40 Responder

    To aqui lendo os textos, achei maravilhosos … Incri

  • Juliana Élida
    23 de julho de 2015 - 09:24 Responder

    Não sei mais oque faço, sou loucamente apaixonada por um idiota à 5 anos, nunca namoramos e infelizmente eu não consigo fala não pra ele.Nesses 5 anos já passei tanta coisa, conheci ele e se demonstrou tão diferente, mas foi só no começo … Ficava comigo direto, algumas vezes na frente dos amigos dele, e outras escondida e eu fui me apegando cada vez mais.Até que começou a palhaçada dele ficar com outras meninas na minha frente, houve até uma vez que ficou com minha amiga, fiquei uns 6 meses sem ficar com ele, mas ele sempre aparece e eu acabo ficando
    Dai eu comecei a me envolver com outros caras pra ver se esquecia ele ,e não consigo até que passou 2 anos nessa vida ele começou a namorar uma menina mais nova,viajada, rica. Só Deus sabe o tanto que eu sofri por isso,mas a vida segue a gente levanta a cabeça e segue em frente,disse várias coisas pra ele por mensagem, passou um mês de namoro e ele se jogou em cima de mim como o de costume e eu acabei ficando com ele.Ele foi embora pra outra cidade e a menina tbm,fiquei sem ver ele por uns 9 meses e já estava seguindo minha vida, mas nunca conseguia me envolve totalmente com alguém. Quando vi ele numa balada meu coração disparou,fui embora e pensei nele a noite toda, passou um mês descobri que tinha largado da menina ai trocamos mensagens e nos encontramos ele falou tanta coisa que nunca havia dito, que sentiu minha falta,que estava com saudades e que nunca vai encontrar alguém como eu.Depois disso ficamos mais um monte de vezes. Ai sempre trocavamos mensagem dai descobri que ele queria voltar com ex,ai falei pra ele se afastar de mim. Ele não voltou com a menina e quando foi 6 meses depois ficamos. Ele mora longe dai sempre que vem me avisa e a gente marca alguma coisa.Fim de ano falei que era pra gente parar com isso, ele disse que no momento não podia namorar pq estava prestes a se mudar pra mais longe e que nossa química é perfeita e que não consegue fica longe,foi viajar e trocamos mensagens quase todos os dias derrepente ele começou a namorar uma moça lá em Fortaleza, fiquei mal outra vez como de costume e to aqui seguindo minha vida e quando foi semana retrassada ele me liga, manda mensagem e eu como sempre acabo sedendo. E estamos aqui trocando mensagem e a namorada dele longe. Meu maior medo é fala não e ele nunca mais me procura, amo ele demais ,não sei oq fazer,mas to cansada disso,não consigo dar espaço pra outras pessoas me conhecerem.Um amigo dele fala que ele deve gostar um pouco de mim pelo fato de não conseguir fica longe. Mas eu sinto que quando a gente ta junto é diferente, nossa sintonia tudo é diferente.Mas ta difícil, desculpas escrevi demais kkkk …Obrigado beijos

    • a terapia de alice
      23 de julho de 2015 - 15:20 Responder

      Oi Ju, como vai? Embora nós não sejamos terapeutas formadas, somos mulheres e sempre temos bons conselhos. Todas nós já passamos por essa situação. Um relacionamento ioiô (escrevemos sobre isso aqui: http://goo.gl/K9R9ku) que nos faz praticamente reféns. Nosso conselho é que você primeiramente veja a situação de fora, como nós estamos vendo. Sabe, com a maturidade aprendemos que quando o cara ama de verdade, NADA impede que ele fique com você, ele pode estar do outro lado do oceano, mas quando existe amor, o céu é o limite. Sabemos que é difícil aceitar isso, mas olhe pra você: bonita, inteligente e com um mundo de homens pra conhecer. Homens DE VERDADE, que vão te assumir, te amar, te cuidar e te fazer a mulher de uma vida toda. Experimente ficar sozinha um pouco, sinta essa dor, sofra, mas exija que isso passe. Se liberte desse sentimento que te atrasa. Você merece ser a primeira, não a outra, e se ele te ama de verdade, ele precisa provar isso, e não vai ser escondendo você que ele vai conseguir. Você é incrível, não se contente com metade, você merece um homem inteiro.

      Indico mais esses dois textos:
      Porque eu ainda estou solteira: http://goo.gl/oCaxNH
      Mais que migalhas de amor: http://goo.gl/B1FbKo

      Qualquer coisa, escreva pra gente, um beijo ♥

    • Thais
      26 de novembro de 2015 - 11:27 Responder

      Juliana já passei por uma situação parecida com a sua há uns anos atrás e pensando hoje, me pergunto como eu me submeti a certas coisas.
      Conheci um cara…saímos algumas vezes e começamos a “namorar” – é entre aspas mesmo, vou explicar:
      Ele morava numa cidade vizinha, conhecia quase nada dele e ele também não era muito aberto para falar.
      Ele frequentava minha casa, dormia as vezes – mas não comigo rs.
      Tinha semanas que ele ligava, mandava mensagem, aparecia…e tinha época que ele sumia… sumia e quando aparecia não dava satisfação e ainda achava o cúmulo de eu questioná-lo da ausência.
      Foram alguns meses assim. Minha família, principalmente minha mãe, é bem “das antigas” – não entende esse negocio de ficar, pra eles namorar é em casa, dormir com namorado jamais e etc.
      Sofria muita pressão da família pra arrumar namorado, então quando ele apareceu – rapaz bonito, educado e outras coisas – entrei de cabeça. Pensando hoje não sei se eu realmente gostava dele – pra namorar, pensar em futuro e etc – aceitava o que ele me oferecia que era quase nada.
      Quando estávamos juntos era só a gente – quase nunca saíamos – foram raras as vezes que fomos pra algum lugar.
      Ele nunca me apresentou à família dele e nunca fui na casa dele. Ele falava muito pouco deles e dizia que eu tinha que entender que ele não gostava de falar sobre isso, que eles eram loucos e etc…Na verdade eles nem sabiam que eu existia isso sim… ele me escondia.
      Mas eu queria tanto ele que passava por cima de tudo, até do meu amor próprio.
      Só que eu passava mais tempo sozinha do que com namorado. Minhas amigas saíam e eu ficava em casa – pq tecnicamente eu namorava e minha mãe achava o cúmulo eu sair pra balada sem ele.
      Comecei a fiquei mais triste do que feliz com esse “namoro”, já não me fazia bem…estava ficando sem amigas, sem vida social e brigando em casa todo dia.
      Então um belo dia ele apareceu, disse pra darmos um tempo que ele ia se mudar pra outra cidade e bla bla bla… demos um tempo que encarei como termino – voltei a sair com minhas amigas e estava aproveitando a vida novamente.
      Num fim de noite, chegando em casa, ele me liga dizendo que queria me ver… já tinha jurado pra mim que não voltaria mais com ele…mas quando vi ele, ele estava tão lindo…mas tão lindo que não resisti…ficamos de novo. Ele pediu pra voltarmos… impus meus termos e ele os dele e ficamos de pensar.
      No dia decisivo, ele não queria mudar…tinha que ser do jeito de sempre, pq ele tinha seus motivos e eu disse que não aceitava. Ele me pediu pra pensar mais um pouco, nesse dia não ficamos…fui firme rsrs… e olha que ele tentou…foi por pouco…kkkk
      Só que ele sumiu de novo por um bom tempo… meses depois ele aparece em casa…mas eu tinha saído com minhas amigas. Minha mãe ligou e falei pra ela avisar ele, que se quisesse falar comigo teria que me procurar. Ele até foi, nos encontramos, balancei, fui ceder e quis beija-lo, mas ele disse que não queria me magoar, pois a resposta dele era a mesma – esse foi o soco na cara que eu precisava pra dar um basta – era humilhação demais – …. (Esse dia parecia cena de filme…sério) Começou a chover, eu no carro com ele…conversamos e falei que não dava mais…que estava sofrendo muito e ele não compensava tudo isso e falei pra ele não me procurar mais. Saí do carro embaixo de chuva, andando pela rua vazia, chorando litros…rsrsrs
      Bom…passei uns 2 dias chorando feito louca… e decidi seguir em frente…saí pra curtir..e aproveitei muito… me dei liberdade, conheci pessoas, me diverti muito.
      Numa balada conheci um cara – não fazia meu tipo (físico), mas eu sabia o tipo de pessoa que ele era e dei uma chance…saímos algumas vezes. Começamos a namorar e depois de 3 anos nos casamos e de casamento já vão fazer 5 anos. Hoje penso, eu não gostava daquele cara, eu só queria uma companhia… já com meu marido descobri o que era ser amada de verdade…ser tratada como rainha…enfim…espero que meu textão te ajuda a decidir…se é que a essa altura vc já tenha decido..rsrs
      ***O carinha ainda me ligou umas 2 vezes depois que comecei a namorar…queria ser meu amigo, ve se pode??? Cortei ele de vez da minha vida.

    • Viviane Cristina de Almeida Penha
      22 de dezembro de 2016 - 13:25 Responder

      Oi, Ju. Tudo bem?

      Quem nunca passou por isso? Eu já sofri muito por uma pessoa que, hoje, eu enxergo que não merecia. Eu o amava, e de certa forma ele também “me amava”, mas a vida segue. Eu me cansei de ser a 2°, 3°, 4° opção que ele tinha, eu simplesmente cansei. Doeu? Muito! Mas hoje eu tô viva, superei, ainda que achei que seria impossível.
      As vezes ainda penso nele, não vou mentir, ele mexe comigo, infelizmente, mas não há nada que faça com que eu volte correndo para ele, não mais. Hoje eu tenho um namorado MARAVILHOSO, que me faz bem, que me ama, que me respeita e, que, sobretudo, me ASSUME!
      Não posso te dizer o que é o melhor pra você, mas, se puder te dar apenas uma conselho, deixe- se partir, vá embora da vida dele, se for te fazer melhor, faça a seguinte pergunta para ele: ME LIBERTA? PRECISO DE MAIS DO QUE ESTÁ DISPOSTO A ME DAR.
      Vá ser feliz, minha amiga, sem dúvidas você merece!

  • Carla Cristina
    24 de julho de 2015 - 11:28 Responder

    Muito bom seus textos,
    LEIO E RECOMENDO!!!

    beijinhos :*

  • Suelen Rossini
    27 de julho de 2015 - 10:16 Responder

    Eu preciso aprender isso também, por mais difícil que seja. Eu preciso!

    • a terapia de alice
      28 de julho de 2015 - 09:26 Responder

      E você vai Suelen, é só querer. Vai dar tudo certo tá? Um beijo ♥

  • Thalia
    26 de novembro de 2015 - 09:27 Responder

    Por incrivel que pareça,estes textos estão mega me ajudando. Pois o meu ex terminou comigo por causa de roupa,e ainda por cima disse que eu era a culpada e que eu deveria pedir desculpas por algo que não fiz. Muitooo obrigada por me fazer sentir importante e com valor para mim mesma,e mostrar que amores vem e vão e que aprendemos com todos eles. Cada dia que passa venho amadurecendo aos poucos. Continuem assim. Beijos e fiquem com Deus.

    • a terapia de alice
      9 de dezembro de 2015 - 14:48 Responder

      Olá Thalia, lembre-se disso quando conhecer um cara: Ele precisa te amar como você e te tornar cada vez melhor, quem desperta o que há de pior em você, não merece uma chance.

  • Laisa
    26 de novembro de 2015 - 15:10 Responder

    Muito eu 8), tem coisas que só a vida nos ensina.

  • Dany!!
    18 de abril de 2016 - 22:48 Responder

    A frase “quando eu aprendi a me amar como você se amava, eu te deixei.” Se resume a minha historia!! Amei! Amo de paixao os textos de vocês são inspiradores!!!

    • a terapia de alice
      26 de abril de 2016 - 10:11 Responder

  • Bruna
    19 de abril de 2016 - 08:47 Responder

    Os textos tem me ajudado nesses dias difíceis, faz um mês que terminei meu relacionamento de 1 ano e quase 3 meses. No começo era perfeito como todos mas depois ele não queria me assumir e eu achava que não tinha o pq não ja que eu conhecia a famialia dele e ele a minha. A gente brigava e ele era grosso comigo, ele mora na cidade ao lado e começou a nunca poder me ver eu que tinha que ir até ele isso quando ele não tinha nenhum compromisso, o trabalho era em 1 e eu vinha depois de todo o resto. Era só palavras nada de atitude, começou a piorar mais eu amava de mais pra desistir queria uma vida com ele mas ele me tratava como um momento, foi ai que antes do Natal vi uma conversa no celular dele onde ele falava pro amigo que tinha uma guria gostosa que queria transar com ele mais ele tava em duvida. Aquilo doeu de mais perdi meu chão, ele disse que era coisa de guri pra se aparecer com o amigo. Eu que me achava tão inteligente aceitei sabendo a verdade e ai as brigas pioraram eu não confiava mais até que se tornou insuportável e eu cansei de tentar sozinha. Eu amo ele ainda mais aprendi com ele que devemos nos amar 1. Eu ainda choro as vezes mais sei que fiz o certo, pq quem ama faz acontecer não dá desculpas.

  • Alessandro Sonemberg
    16 de julho de 2016 - 22:03 Responder

    Seus textos são excelentes!!! Parabéns!!!

Deixe uma resposta para Bruna Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *