Go to Top

Homens fáceis

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Eu não gosto de homem fácil. Já escrevi em diversos textos aqui, usando diferentes metáforas e analogias, mas tudo para dizer: o que me prende é a intriga, não a obviedade/facilidade da coisa. Não falo isso porque tenho uma vasta opção de escolha. Mas entre um encontrinho sem graça e o Netflix, eu fico com as segunda opção, sem dúvida alguma.

A gente cresce ouvindo e até repetindo frases como: “homens não gostam de mulheres fáceis” e “uma mulher precisa saber se valorizar”. Não é que eu discorde dessas afirmações, mas sou 100% favorável à adaptação delas: “mulheres não gostam de homens fáceis” e “homens precisam saber se valorizar”.

Acho que essa tendência dos homens serem tediosamente fáceis está diretamente ligada aos papeis que cada gênero desempenha na sociedade É só pensar no que é considerado normal e aceitável, quando o assunto é amor.

Normal para meninas: “estar namorando ou desesperadamente em busca de um relacionamento”. Normal para meninos: “estar fugindo de qualquer compromisso até ser abduzido por uma mulher e mudar o status”.

E aí, parece que os homens se utilizam dessas “normalidades” e se esforçam bulhufas para conquistar uma mulher, porque afinal de contas, tudo o que ela quer é um jantar a luz de velas ou cineminha no domingo a noite. Bullshit!  

Não sei vocês, mas eu não me produzo para sair de casa encontrar um cara a não ser que eu esteja completamente envolvida na situação e morta de curiosidade para saber mais sobre ele. Só que para eu me sentir assim, é preciso um pouco mais de tempo e empenho do que uma mensagem óbvia no meio da noite ou um elogio genérico ao me ver.

Cadê a parte em que a gente joga conversa fora despretenciosamente até que sente vontade de estar um na companhia do outro? É assim, sem querer ou sem anunciar que as coisas realmente acontecem, sem facilidade de um lado ou de outro, mas dedicando tempo em conhecer, cativar e por fim: intrigar!

Esse é o verbo chave! Homens fáceis, pensem nisso, meninas fáceis, pensem nisso também, enfim, humanos fáceis, por favor, pensem nisso.  

Acompanhe A Terapia de Alice também no Instagram

Bases_Assinaturas_ATerapiaDeAliceMye

7 Respostas para "Homens fáceis"

  • Rodrigo Muller
    30 de agosto de 2015 - 15:33 Responder

    Dificilmente damos valor para as coisas que conquistamos facilmente em nossas vidas.

    • a terapia de alice
      31 de agosto de 2015 - 18:17 Responder

      Exatamente! E pode parecer que não, mas do nosso jeito, meninas gostam de participar da conquista, e se tudo chega de mão beijada, tchau-tchau graça! :)

  • layla
    30 de agosto de 2015 - 19:56 Responder

    Adoro seus textos, são maravilhosos!
    Mais este me fez refletir a respeito de mim, já pensava algo parecido.
    Mais estas palavras, suas palavras me fizeram e fazem pensar mais em não ser “mulher facil”
    Obrigada!!!

    • a terapia de alice
      31 de agosto de 2015 - 18:12 Responder

      Obrigada pelo carinho, Layla! Dá pra refletir sobre nossas atitudes também, né!? Porque aquilo que a gente quer sentir, depende do que a gente manda para o mundo! Beijos e continue com a gente :)

  • Jéssica Almeida
    31 de agosto de 2015 - 15:20 Responder

    Exatamente!!! Adorei o texto,e vou compartilhar!

    • a terapia de alice
      31 de agosto de 2015 - 18:10 Responder

      Eba, que bom que gostou, Jéssica! <3

  • kaw
    13 de maio de 2016 - 20:30 Responder

    Sou tão díficil e perco interesse muito rápido, que raramente na vida fico ou namorei alguém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *