Go to Top

Para ser um bom par é preciso ser um bom ímpar

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Tom Jobim que me perdoe, fundamental é mesmo o amor, mas é preciso ser feliz sozinho para ser feliz com outro alguém.

O problema é que as pessoas procuram no outro algo que deveria estar dentro delas. Você nunca será valorizada se não souber o seu próprio valor. E ter amor próprio não é viver só, nem ser egoísta, muito pelo contrário. Quem é apaixonado por si mesmo é capaz de viver relações muito mais intensas e verdadeiras, porque se envolve por amor, não por dependência. Só quem sabe ser um bom ímpar, consegue ser um bom par.

Perceba que você não é metade, você já nasceu inteira! A melhor parte da vida é encontrar alguém que te mostra que você pode ser muito mais do que você já é. Mas se você não pode ser você mesma, não é amor. Se alguém não está feliz neste relacionamento, não é amor. Amar é cuidar da felicidade do outro tendo a certeza de que o outro está cuidando da sua.

É verdade que não é assim tão simples, algumas vezes dói amar. Mas se dói o tempo todo, não pode ser amor. O amor não prende, não sufoca, não machuca. É laço, não é nó. Amar é ser livre para ir e mesmo assim querer ficar. Sem essa de “ruim com ele, pior sem ele”, o amor acontece quando sem ele é bom… mas com ele é ainda melhor!

Clique aqui para se inscrever no meu canal do YouTube ♥ E vem me acompanhar também no Instagram: @milenedamata e @aterapiadealice ♥

 

 

11 Respostas para "Para ser um bom par é preciso ser um bom ímpar"

  • sinthia
    30 de outubro de 2015 - 14:14 Responder

    Amei esse texto, vocês simplismente sabem mesmo tocar no assunto que estamos vivendo! Textos perfeitos, eu amo cada vez que entro e vejo um texto novo, cada palavrinha mágica que desvenda o que temos guardado no coração! Vocês são demais!

    • a terapia de alice
      4 de novembro de 2015 - 17:55 Responder

      Ahhh, que linda, Sinthia! Demais é esse comentário, muito obrigada, querida!
      Um grande beijo pra você! E fica atenta que logo tem mais texto pra você. ;)

  • Ana Carla
    1 de novembro de 2015 - 15:03 Responder

    Amei, cada texto que leio aqui me encanto cada vez mais como vocês descrevem o amor com tal simplicidade, descrevendo tudo o que sentimos. Continuem com esse lindo trabalho!

    • a terapia de alice
      4 de novembro de 2015 - 17:57 Responder

      Que amor! ♥ É sempre uma alegria para nós cada vez que recebemos um comentário assim. ♥ Continue com a gente, Ana! Um beijinho!

  • Flávia
    30 de novembro de 2015 - 17:12 Responder

    muito bom o texto … até porque condiz com meu momento , parabéns ! :)

  • Aguiar
    1 de dezembro de 2015 - 00:20 Responder

    Sem palavras … seus textos traduzem tão bem o que acredito que – apesar de nunca registrar comentários – hoje não resisti ;)
    Lindo Texto, Parabéns!
    O trabalho de todas é excelente!

  • Alice Trindade
    2 de janeiro de 2016 - 21:59 Responder

    Olá, eu amo a página A Terapia de Alice.
    Os textos são ótimos e pelo meu nome ser Alice, me identifico mais ainda! Obrigada por, com seus textos, tentar ajudar muitas pessoas.
    Eu tenho o sonho de ser psicóloga, e terapia e psicologia são muito ligados!
    Não só isso.. A página me ajuda muito com problemas da vida!

  • joel damasceno
    16 de fevereiro de 2016 - 18:53 Responder

    milene da mata

    milene me mata

    irene me desacata

    o nó de marlene me ata .

    o mil de milene….me falta.

    e o eme de amor me maltrata

    ( isso dá samba)

  • Izabela Vitória
    11 de maio de 2016 - 22:02 Responder

    Que Texto lindo … Onde aperta pra curti Mil vezes !
    Amo essa página ❤

  • Leandro de Castro
    18 de maio de 2016 - 20:04 Responder

    Ame primeiro a si mesmo, pois só ama quem é amor.
    Como podemos amar alguém … Sem sermos portadores e transmissores desse maravilhoso sentimento?! <3

  • Raphael
    9 de junho de 2019 - 22:36 Responder

    Já tentaram de diversas vezes me explicar essa frase, “ pra ser um bom par, primeiro você precisa ser um bom ímpar “. Eu sempre
    Questionei, porém agora lendo e extraindo pra dentro de mim, eu tive uma visão mais ampla do que das outras vezes que li ou ouvi sobre esse texto.

    Confesso que irei trabalhar mais isso em mim.

    Obrigado Alice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *