Go to Top

A gente não perde o que nunca teve

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Silêncio… Vazio. Uma sensação de não saber o que fazer misturada com uma dor que não dava para dizer de onde vinha. Foi assim, de repente ela sentiu como se várias agulhas estivessem sendo fincadas nela ao mesmo tempo. Era agonizante, angustiante, ela pensou que nunca iria passar. E por mais que ela tentasse parecer forte, inteira, por dentro ela estava partida em tantos pedaços que não dava para contar. Ela estava perdida…

Ela perdeu o horário para levantar na manhã seguinte. Perdeu as chaves de casa. Perdeu o chão, o fôlego. Perdeu o sorriso, perdeu o brilho no olhar. E quando ela pensou que tudo isso estava acontecendo porque ela havia perdido você, ela se deu conta que a gente não perde o que nunca teve. E foi aí que ela se encontrou. Primeiro encontrou força, depois a paz. Encontrou a vontade de seguir em frente, sem olhar para trás. Até o brilho do olhar dela ela encontrou, e desde então ela vive encontrando motivos para sorrir.

Não dá para insistir no que não é mais, no que nunca foi. Não adianta querer voltar no tempo, ou acelerar o relógio, tudo acontece na hora em que tem que acontecer. E a vida segue o rumo que deve seguir… nem sempre é do jeito que a gente planeja, mas é necessário aceitar o destino, porque na maioria das vezes ele tira do nosso caminho o que só estava nos atrasando.

Hoje ela aprendeu a ir e aprendeu a deixar ir… ela já não perde tempo com o que não lhe pertence, porque ela sabe que algumas coisas a vida não tira, ela te livra. E é quando você acha que está perdendo, que, na verdade, você está ganhando.

Clique aqui para se inscrever no meu canal do YouTube ♥ E vem me acompanhar também no Instagram: @milenedamata e @aterapiadealice ♥

10 Respostas para "A gente não perde o que nunca teve"

  • Jeorgea Scarlatt
    29 de novembro de 2015 - 23:40 Responder

    Que texto maravilhoso!

  • Paloma de melo marques
    30 de novembro de 2015 - 01:02 Responder

    Muito bom amei,parabéns !

  • Paula Santos
    30 de novembro de 2015 - 10:07 Responder

    Olá Milene, :)
    Neste momento estou em uma cafeteria, aqui é feriado, e acordei um pouco tarde e com preguiça de fazer café, mas também estou relaxando por que quase não paro…
    A duas semanas atrás meu ex-namorado terminou comigo, e ainda estou naquele momento de depressão e luto… Mas lendo agora sua postagem, vejo que sou mais feliz sem ele, esse momento ruim vai passar, tudo passa. Mas acordar brigada com ele me fazia mal, ouvir a arrogância dele quase todos os dias, era um tormento… Mas no fundo ele só não gostava de mim, talvez me admire, por ele ser um menino e ver em mim uma mulher…
    Ainda dói, mas pode ser melhor doer agora, que doer muito mais lá na frente.
    “Não dá pra insistir no que não é mais, no que nunca foi.”
    Essa foi a frase que me disse , que não dá pra insistir em algo que só existe na minha cabeça, do meu lado… Quero me encontrar, e aprender a deixa ir o que não me faz bem…
    Ufa…desabafei.
    Obrigada por tudo, parabéns pelo blog meninas…
    Um enorme beijo

  • Renata Tavares
    30 de novembro de 2015 - 10:47 Responder

    Vocês são FANTÁSTICAS!!! <3

  • Stephanie
    30 de novembro de 2015 - 21:10 Responder

    mais uma vez,amei!

  • Paloma
    1 de dezembro de 2015 - 12:36 Responder

    Seus textos como sempre tão perfeitos…

  • Luciana
    2 de dezembro de 2015 - 12:40 Responder

    Sabe… tem dias que precisamos ter aquela conversa com um alguém… mas esse alguém não existe…ou simplesmente não podemos nos abrir para nenhum alguém… Quando me encontro nesses dias…venho aqui…e sempre…sempre mesmo…Tem algo que eu preciso ouvir ou ler do tal alguém. Perfeito…

  • Mariia
    13 de julho de 2016 - 21:19 Responder

    Estava precisando ver essas palavras hoje :´( me conforto com os seus textos S2 … Publica mais!

  • Sabrina
    23 de julho de 2016 - 23:48 Responder

    Amei S2

  • Susi Oliveira
    12 de setembro de 2016 - 12:17 Responder

    Precisava demais ler isso hoje…. obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *