Go to Top

Quando eu aprendi a ter fé

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Foi num momento de “vai ou racha” que eu entendi que era melhor acreditar que coisas boas viriam do que rachar. E foi sem dúvidas incrível descobrir o que a fé pode fazer. No começo eu deixei de sentir medo sobre um futuro desconhecido. Resolvi entregar as angústias e ansiedades, permitindo que a paz da certeza de alegrias e sucesso me invadisse.

Foram longas conversas comigo mesma, tentando me acalmar e tentando ver o copo meio cheio. Recorri algumas vezes a monólogos assim até entender que eram nesses momentos que eu me enchia de fé e sentia minha alma aliviada e esperançosa.

Fé tem a ver com substituir o medo por amor. Tem a ver com entender que o desespero é momentâneo, saber que nada dura pra sempre, e principalmente: cada coisa acontece no momento exato em que precisa acontecer. Depois de algumas semanas, eu tive certeza que esse negócio de ter fé era mais poderoso do que eu imaginava, então comecei a colocar fé em assuntos menos dramáticos e talvez menos importantes.

Foi como se uma onda de calmaria tivesse invadido a minha existência, e aí, como uma coisa puxa a outra, deixei de ser tão cega para tudo de bom que me circunda, e comecei também a ter gratidão pela vida, por todas as pessoas que têm as vidas entrelaçadas à minha, pelos acontecimentos, pelas pequenas conquistas, pelos sentimentos e também pelos erros.

Sempre que eu enxergo um erro como um aprendizado, ele deixa de ter uma carga negativa e passa a ser um estopim para outra (grande ou pequena) revolução dentro de mim, e não existe nada nesse mundo que substitua uma boa mudança ou descoberta.

Tenho muito que aprender, muito que evoluir e com certeza tenho muitas pendências sentimentais para resolver. E vou. Na verdade, não sei ainda de que jeito, mas sei que vou encontrar um forma. Quando eu aprendi a ter fé, entendi que a soma dos dias traz nitidez aos fatos e indica a forma de agir. É por isso que eu ando mais despreocupada, com mais tempo pra mim e pra sorrir. Por um 2016 cheio de fé e abundância!

Tô no snap, me segue por lá: myhgama :p

Bases_Assinaturas_ATerapiaDeAliceMye

♥ VEM ACOMPANHAR TAMBÉM
(clique para seguir)
NO INSTAGRAM:
@milenedamata|@aterapiadealice
YOUTUBEFACEBOOKTWITTER

12 Respostas para "Quando eu aprendi a ter fé"

  • Lorena krysna
    6 de janeiro de 2016 - 14:45 Responder

    tô desse jeito… ;)

    • a terapia de alice
      7 de março de 2016 - 14:51 Responder

      Isso aí!! <3

  • Adna
    7 de janeiro de 2016 - 14:51 Responder

    Excelente texto, serviu para mim de edificação pessoal e inspiração .

    • a terapia de alice
      7 de março de 2016 - 14:50 Responder

      Gratidão! <3

  • EC
    8 de janeiro de 2016 - 19:59 Responder

    Profético Mylena, estava assim também, mas exatamente há quatro dias, me sinto ótimo, forte, verdadeiro e completo, e tudo começou quando em vez de pedir, comecei a agradecer.

    • a terapia de alice
      7 de março de 2016 - 14:49 Responder

      Obrigada! Vamos assim sempre que ser, é bem melhor!

  • Amanda Alvim
    10 de janeiro de 2016 - 20:49 Responder

    Parabéns pelo texto! Ele é simplesmente perfeito!

    • a terapia de alice
      7 de março de 2016 - 14:49 Responder

      Gratidão, Amanda! <3

  • Hanni Pinho
    19 de janeiro de 2016 - 19:35 Responder

    Que texto maravilho! Parabéns !

    • a terapia de alice
      1 de abril de 2016 - 17:10 Responder

      Obrigada, Hanni! <3

  • Camila
    1 de março de 2016 - 19:29 Responder

    Obrigada Mylena, pelo texto maravilhoso e cheio de paz.
    Toda vez que sinto que vou estourar, venho aqui leio, releio e reflito sobre suas palavras.

    • a terapia de alice
      7 de março de 2016 - 14:40 Responder

      É incrível saber que essas palavras ajudam outras pessoas! Obrigada pelo carinho <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *