Go to Top

Bitches, como lidar?

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Todo mundo já aprendeu que o mundo não é um lugar perfeito, mas que com um pouquinho de vontade a gente faz o nosso mundo muito melhor. Certo? Certo… Até chegar a bitch, falsiane ou qualquer outro adjetivo que você preferir.

Sobre ela, não temos controle. Ela se faz de coitada e dá encima do namorado alheio, diz que te adora mas assim que vê uma oportunidade apaga o seu brilho e faz questão de te alfinetar nos seus pontos mais sensíveis. Como lidar com a presença de alguém tão desprezível assim?

Pela minha experiência, aprendi que quanto mais você se importa e pensa nela e nas maldades que ela faz, mais o veneno dela te corroe e aí quem perde é você. Não dá pra responder de cabeça quente e nem entrar nos joguinhos infantis que ela cria. Quando você sentir aquele arrepio maligno que indica que ela está por perto, respire fundo.

Pense comigo, essa menina só age assim porque tem um monte de problemas pessoais que não tem coragem de resolver ou às vezes, a coitada nem sabe que tem esses problemas. Aí o que ela faz? Vomita toda a insegurança dela em você. Na verdade, tudo o que ela quer é atenção, e aí quando você se importa com os absurdos que ela faz ou fala, ela consegue o que quer.

Não crie uma bola de neve, encerre o ciclo quando tiver a oportunidade. Você tem auto estima, você se ama, não deixe que uma menina qualquer coloque minhocas na sua cabeça ou roube a sua paz. Sobre o seu boy, converse com ele e se ele realmente prezar pelo relacionamento de vocês, ele não vai fazer drama, simplesmente ele vai ignorar a bitch também.

Eventualmente, ela vai perceber que você não tá mais caindo nas armadilhas que ela vem armando e aí ela vai embora, atazanar a vida de outras pessoas ou quem sabe se tratar – a humanidade agradeceria pela segunda opção. Pense bem antes de tentar “salvar” a menina, essa é uma tarefa complicada e as chances do plano bem intencionado acabar mal, é alta.

Eu sei, falar parece fácil. Mas eu também já me deparei com bitches na vida e foi com paciência e autocontrole que eu consegui me livrar delas. Dou a minha palavra: não foi entrando no jogo delas que eu tive paz. Se você achar um método mais eficiente, não esqueça de contar pra gente!

♥ VEM ACOMPANHAR TAMBÉM
(clique para seguir)
NO INSTAGRAM:
@milenedamata|@aterapiadealice
YOUTUBEFACEBOOKTWITTER

Bases_Assinaturas_ATerapiaDeAliceMye

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *