Go to Top

É preciso se afastar de algumas pessoas para ser feliz

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Perdi muito tempo até aqui, eu sei. Perdi tempo me preocupando com quem não merecia, confiando em quem eu não deveria. Eu errei, mas aprendi. Aprendi que algumas pessoas são tão egoístas que não conseguem se colocar no lugar do outro. Aprendi que nem todo mundo sabe o que é respeito e consideração. Aprendi a ir embora, porque se você precisa insistir muito em alguém é porque esta pessoa não reconhece o seu valor – e você não precisa de quem não te valoriza. E foi aí que eu aprendi que muitas vezes a questão é só não fazer mais questão e deixar pra lá qualquer sentimento que não é recíproco.

Algumas pessoas sugam a sua energia, não querem voar ao seu lado e tentam de puxar para baixo. É triste pensar que existem pessoas assim, mas é ingenuidade achar que todo mundo quer o seu bem. Infelizmente entre amores de verdade e amigos leais, sempre terá alguém tentando tirar a sua tranquilidade, e talvez você ainda supervalorize esta pessoa sem perceber o mal que ela te faz.

O problema é pensar que todos fariam por você o mesmo que você é capaz de fazer e que todo mundo irá se importar como você se importa. E o pior é que enquanto você se esforça em uma relação unilateral, você deixa de dar atenção para si e para quem quer estar junto a ti, desperdiçando seu tempo com aquilo que não merece nem (mais!) um minuto.

Não meça os outros com a sua medida, não se frustre tanto, entenda que algumas pessoas simplesmente não se importam, importe-se com quem se importa com você também. Não precisa pagar na mesma moeda, apenas aprenda a se preservar. Com o tempo a vida mostra quem é quem e você precisa aceitar e desapegar daquilo que não te faz bem. Deixe no passado a presença vazia, a injustiça, a ofensa, a falta de amor. Deixe que o outro engula o próprio veneno, nada disso pertence a você.

Eu sei, poucas coisas doem mais que a decepção, mas poucas coisas te ensinam tanto também! No fim do dia, cada coisa tem o peso que nós damos, por isso antes de sofrer pense se vale a pena, tem gente que simplesmente não merece a sua atenção. É preciso deixar ir aquilo que te faz mal e colocar de uma vez por todas um ponto final. Algumas vezes precisamos virar a página e seguir em frente para ter paz na alma e ouvir o que o nosso coração diz. E neste caminho, não tem outro jeito: você precisa se afastar de algumas pessoas para ser verdadeiramente feliz.

♥ VEM ACOMPANHAR TAMBÉM
(clique para seguir)
NO INSTAGRAM:
@milenedamata|@aterapiadealice
YOUTUBEFACEBOOKTWITTER

 

 

36 Respostas para "É preciso se afastar de algumas pessoas para ser feliz"

  • Ana Capelete
    24 de maio de 2016 - 22:36 Responder

    Simplismente lindooo!!! Descreve exatamente que estou passando. Milene , parece que você com suas palavras sempre me entendem. Beijo! Mais uma vez amei

  • Pamella Pataro
    26 de maio de 2016 - 02:26 Responder

    Esse texto me define, optei em me amar em primeiro lugar. Esquecer o ontem e focar no Hj.. Da um tempo pra nós mesmas é sempre bom.. Texto lindo!!

  • Chupacabras
    28 de maio de 2016 - 22:04 Responder

    E importante afastar-se daquelas pessoas que nos impedem de crescer e ser felizes, e que nos contagiam com uma serie de preocupacoes que nao tem nada a ver conosco.

  • Marcela
    29 de maio de 2016 - 18:51 Responder

    Quando se trata de um amor unilateral que a pessoa está passando por uma situação conturbada e vc por gostar da pessoa se conturba tbm e sempre fica naquela esperança de “E se… ” é muito bom pra auto estima esse tipo de texto, porém não serve em todos os casos-infelizmente. Enfim , aguardar um pouco mais , mudar uns hábitos, pq se afastar completamente e deixar de amar, não está fácil :/

    • Marcelo
      6 de julho de 2016 - 17:03 Responder

      concordo plenamente Marcela. Estou vivendo isso, minha namorada me pediu um tempo, já vão 6 dias, so que nao consigo nao mandar msg, mesmo que ate então ela so visualize. ela esta passando por problemas na cabeça dela, pois nao sabe o que esta havendo, ela esta deprimida, se isolando de tudo, e então como da família ela nao pode se afastar, ela acabou pedindo pra se afastar de mim. estou na esperança das coisas melhorarem, estou precisando disso, por que antes de excluir alguém que eu amo e que momentaneamente esta me fazendo mal, acredito que ela melhorando e a gente ficando juntos, passarei muito mais feliz do que outra coisa.

  • Kelly ortega
    30 de maio de 2016 - 07:34 Responder

    Maravilhoso as palavras são o meu complemento do Q minha alma está sentindo e Q não consigo explicar

  • Sabrina Ribeiro
    30 de maio de 2016 - 11:19 Responder

    Simplesmente lindo… Traduz o meu momento atual, esse texto me faz refletir que estou no caminho certo em busca da minha felicidade.

  • LUIZ DE FRANÇA REIS JUNIOR
    30 de maio de 2016 - 13:35 Responder

    Simplesmente soberbo.

    Parabéns, Milene !!

  • Cristiane
    2 de junho de 2016 - 00:10 Responder

    Querida Milene
    Esbarrei no seu site hoje por acaso.. Seu texto e’ simplesmente inspirador e motivacional!
    Serve para o meu momento de vida.. Ingenuidade mesmo achar que todos sao iguais..
    Sensibilidade, respeito e consideracao estao em falta neste mundo..
    Obrigada pelas sabias palavras!

  • Wilson Maciel
    3 de junho de 2016 - 23:29 Responder

    Aprendi com o tempo a mentir, fingir, enganar, ter duas caras, ser falso. E tudo isso foi mentindo dizendo que estava bem, fingindo que estava tudo bem e não importava, enganando as pessoas que realmente me amavam e me queriam bem dizendo a elas que não precisava de ajuda e que eu conseguiria sozinho pois estava bem, aprendi a ter duas caras pelo fato de ter uma situação interna totalmente quebrada mas de qualquer forma sorrir para não chorar e ser falso em mostrar sempre um estado emocional que não condizia com a minha realidade. muito obrigado pelo texto, mostra grandes verdades que todos procuramos, mas o problema da verdade é, estava eu preparado para ela???

  • Fernanda
    4 de junho de 2016 - 00:36 Responder

    Obrigada por esse texto!!!

  • Fernanda
    6 de junho de 2016 - 17:47 Responder

    Concordo… Mas o q fazer quando uma pessoa muito proxima como mãe e irmã… Ai complica

    • Alexandra Fischer
      6 de outubro de 2016 - 06:49 Responder

      Pois é, nao sei quantos anos você tem, mas eu aos 46 descobri que a minha mae me fazia sofrer… As coisas na minha vida nunca andavam, sempre eram interrompidas, nao que minha ame nao me ajudasse se eu “pedisse”, mas óbvio em seguida viriam uma série de cobrancas… – Após me separar do pai da minha filha depois de 20 anos juntos sem casar, onde minha mae plantava o terror em minha mente dizendo que eu merecia viver aquela vida porque escolhi “ele” (alguém que nao tinha as qualidades que ela admirava mas que no entanto defendeu mais do que a mim), onde me ameacava a ter que deixar a casa que eu havia construído num terreno que era dos meus pais (nunca construa seus castelos sobre areia e em terras alheias – aprendi isso tb), se eu o deixasse, enfim e por certa inseguranca, respeito, tolerância e até um leve comodismo ao pensar que é minha mae e eu deveria ouví-la eu ía me submetendo a tudo. Até que depois de quase 2 nos sozinha conheci meu marido, um alemao, que depois de 2 anos de relacionamento numa louca ponte-área Sao Paulo-Frankfurt me pediu em casamento, aos 42 anos e eu decidi viver com ele uma nova vida, minha filha adulta me apoiou foi madrinha do meu casamento :) , tive que comecar tudo novamente, apesar de ser Prof.de Educacao Física ter um pequeno negócio em SP por mais de 10 anos aqui eu era ninguém e tive que comecar do zero, aprender o idioma e tudo mais, já que só o inglês nao basta para viver aqui, passear sim, mas viver claro que nao. E entao tudo estabilizado, até compramos uma casa! Convidei minha mae para nos visitar e foi aí que descobri que ela me usava e maltratava psicologicamente, nao vou contar fisicamente através das surras quando crianca pois isso era parte de uma educacao (ou falta dela) que vivíamos e aceitávamos calados (chorando)… ela me insultava dizendo que se eu estava aqui, vivendo bem, feliz, era por causa dela e que eu sou uma egoísta que deixei tudo para trás… Foi aí que pensei: deixei tudo o quê? Uma casa, um carro que para os padroes brasileiros era muito bom, um pequeno negócio, minha carreira com pretensao de ser professora universitária, alguns poucos amigos já que ela minava sempre minhas amizades, colocando medos e insegurancas sobre outras pessoas que eu convivesse, meu irmao meu melhor presente (que ela adotou quando eu tinha 7 anos) que fez a familia dele e minha filha que eu nao a faria a ter que comecar tudo num momento em que ela estava alcancando sua profissionalizacao após a facul, um relacionamento bom e que eu poderia dar a ela a chance de vir me visitar quando quisesse e inclusive conhecer outros lugares como já aconteceu que nesses 4 anos vivendo aqui minha filha já conheceu quase toda a Europa, enfim… Minha mae me disse barbaridades, tentou me jogar no fundo de um poco que nao existe, tentou me fazer sentir má e depois que ela foi embora com um abraco murcho e um me descule por alguma coisa eu fiquei alguns dias muito triste, nao com a partida, mas com a situacao e entao parece que algo mudou… renasci, decidi que viveria mais intensamente minha vida aqui e que de agora em diante nada e ninguém me colocaria para baixo, nem as dificuldades que encontro ainda aqui… consegui um emprego (uhuuu), deletei 85% do meu Facebook (gente que nao acrescenta absolutamente nada) inclusive grande parte de parentes, me aproximei mais de pessoas aqui e parece que uma luz vibrante surgiu … Eu nao perdi nada… nao deixei ninguém, só decidi seguir minha vida e buscar ser feliz, apesar que uma felicidade completa também nao exista, nao minto que a saudade as vezes bate pesada, mas dá para ir driblando. O que nao dá para driblar é gente lhe sugando as energias feito vampiro. O texto é grande, mas nao diz nem um milésimo do que esclareceria e deixaria algumas pessoas incrédulas. Mas mae é mae, nao pode ser um carma! Sou mae também e vejo em minha relacao com minha filha algo totalmente diferente, somos amigas, companheiras, fomos sócias em nosso negócio e deu muito certo, sempre uma “promovendo” a outra em todos os sentidos e entao pensei que nao é isso o que minha mae me proporciona, onde ela acredita que o ter é mais importante que o ser, onde o que ela acredita e prega (embora faca o contrário) é o que os outros devam seguir, que a opiniao, gosto, desejo dela está acima dos meus, que meus interesses devam ser secundários, que minhas decisoes de vida que foram mudadas muitas vezes devam ser “abencoadas” por ela, se nao forem nao sao importantes… Sim, nossos pais merecem respeito e consideracao, digo isso a minha filha, para que nao se afaste do pai (que nunca pedi nada, trabalhei e o deixei viver) que o problema com ele é meu e nao dela, que o respeite, visite, receba, escute, mas que nós nao somos as pessoas que decidem pela vida dela A VIDA É DELA, nós devemos amparar, dar um conselho se ver algo muito errado, mas apoiar para que tenha coragem de realizar coisas boas e importantes. Meu pai é o oposto dela e conseguiu se libertar depois de 33 anos casados e o que ele me disse ao deixar a casa foi: filha, sinto muito pois agora você é que irá sofrer ainda mais nas maos dela eu cansei, fiz minha parte, nada faltará para ela de material pois é o que conta na vida dela. – Entao, quando era adolescente achava que eu era errada, que deveria obedecer cegamente, fazia até que por um descuido que eu chamo hoje de bencao engravidei aos 20 anos e minha mae jogou tudo que era meu no meio da rua e gritava aos vizinhos que eu era um lixo e deveria catar que ela jogava fora… Eu já tinha um emprego como secretária de diretoria (aos 20 anos!) e muita coisa aconteceu daí para frente e tudo de errado que acontecia eu me culpava por nao ter “escutado” minha mae. Hoje sei que escutei demais por isso que cometi alguns erros, inclusive me apegar a quem soube manipular meus sentimentos. Respeite, mas nao se submeta. Se quiser se libertar, faca por onde, estude, se aperfeicoe, tenha um bom emprego e viva sua vida. Nao precisa anular as pessoas de sua vida, mas manter algo que eu chamo de contato funcional, aquele que você mostra que existe mas nao se oferece mais, nao tem como escolher pai, mae e irmaos, mas tem como conviver com eles sem precisar viver com eles ou suas vidas. Os mehores amigos ficam para trás muitas vezes as pessoas morrem, se vao, se mudam e a vida deve seguir. Faca a sua parte como pessoa, um ser humano só é humano se viver sem mágoa, rancor, dor, ao nao alimentar essas coisas vivesse melhor. Dispenso comentários de maes que vao falar de filhos ingratos. Como disse sou mae e acho que a maioria dos filhos que sao ingratos na visao de seus pais deveriam ser ouvidos, haverá sempre algo que deveria ser corrigido – Uma das coisas que me deixou de boca aberta com minha mae e me rendeu um bofetada na face na frente de uma amiga dela e eu estava para me casar aos 42 anos foi ela dizer para uma amiga que morava sozinha: Adota uma menina de uns 11, 12 anos, você nao tem para quem deixar suas coisas, mas até voce deixar terá alguém para fazer servicos para você, carregar suas compras depois vc nao precisará de nada mais e o que ficar para ela já servirá como pagamento pelos anos. Eu disse que era absurdo o que ouvia e falei para amiga dela que estava envergonhada ao ouvir isso, ela deveria contratar uma empregada e pronto, foi aí que senti o afago que minha mae normalmente soube fazer em minha face… – Filho ingrato = pais interesseiros (devem haver excessoes, porque as pessoas nao sao iguais) e Filhos amorosos = amor* recebido. *Amar nao é dar presentes, comida ou casa – vai além disso.
      Seja feliz!
      Siga feliz!

      • Suelaine
        25 de maio de 2017 - 13:32 Responder

        Alexandra, obrigada por contar sua estória aqui. Hj, vários meses depois, posso dizer que fui inspirada! Muito obrigada de coração. E parabéns por apesar de sofrer tanto, acreditar no bem e no amor.

  • Michele Andrade
    4 de julho de 2016 - 20:09 Responder

    Texto perfeito, que me ajuda a ter forças num momento tão difícil! Obg

  • Edijéssica Oliveira
    6 de julho de 2016 - 14:09 Responder

    Milene e esse dom lindo de transformar momentos que estamos passando em textos perfeitos! E é bem assim mesmo, às vezes temos que nos libertar, abandonar bagagens pesadas que só nos impedem de voar. Quando vc percebe que pesos (pessoas) desnecessários só atrapalham sua caminhada, é hora de deixar pra trás, e com o tempo você descobre que não existe nada que pague essa sensação de liberdade de ter paz na alma. Porque se não for pra somar, não permita que ela entre na sua vida para lhe sugar. Muito obrigada pelo texto e que Deus continue abençoando seu dom!

  • Alan
    11 de agosto de 2016 - 19:03 Responder

    Mas nem sempre a culpa é exatamente do outro. Quando medimos com a nossa medida, criamos uma expectativa que a outra pessoa nem sempre tem como cumprir, aí nos frustramos e achamos que foi alguma falta da outra pessoa. Normalmente existem apenas grandes diferenças de percepção.

    A vida não é simples como uma historia em quadrinhos, todos somos vilões e heróis em algum momento.

  • jonas
    24 de agosto de 2016 - 10:22 Responder

    Entendi que devo deixar de lado o que quero para perceber o que realmente mereço. Adorei as palavras. Muito sabias.

  • Alessandra
    6 de setembro de 2016 - 16:36 Responder

    Esse foi ontexto q escrevi para poder dizer chega e me afastar de pessoas q faziam chorar e sentir dor na alma ,por nao me amarem o quanto eu sempre amei . E hoje ja tem 1 mês q nao falo 1 palavra com essas pessoas ,ta me doendo mas a cada dia percebo mais q nao sou nada p eles entao me afastar p ser feliz foi a melhor opçao. Seu texto e lindo e verdadeiro .

    Acabou de x , nao tenho mais tempo e nem paciencia com quem me faz mal ,agora chega ,serei outra pessoa para muitos serei ainda pior , ja q nao soube usufrui do meu melhor , não me quis doce ,alegre,alto astral ,feliz ,nao me quis gentil e nem amiga,parceira .Então teras de mim o fel , teras a ingratidão ja q minha gratidao não satisfez ,teras meu desprezo ja q meu amor foi a toa, terás minha indiferença ja q a indiferença comigo fez . E por fim serei ainda mais FELIZ … Minha dor de hoje será minhas conquistas de amanhã. Só ficará ao meu lado quem me amar e me respeitar .Quem nao sentir amor por mim pode se retirar ,nao preciso de quem me odeia ou q fala mal de mim pelas costas !

  • Rui Ricardo Soares Melo Filho
    3 de outubro de 2016 - 17:39 Responder

    Lindo texto Gostei muito. Muito bem escrito e interessante.

  • Paloma
    4 de outubro de 2016 - 12:25 Responder

    Que texto profundo…
    Eu realmente estava precisando ouvir isso!

  • Márcia Lima
    4 de outubro de 2016 - 18:15 Responder

    Parabens, amei seu texto!

  • Márcia Lima
    4 de outubro de 2016 - 18:15 Responder

    Parabens!

  • Rodrigo Pedral
    5 de outubro de 2016 - 13:49 Responder

    Muito bom o texto, agradeço a oportunidade de leitura. Forte abraço! :D

  • Paulo Cesar Mojica
    9 de outubro de 2016 - 12:03 Responder

    EXCELENTE TEXTO….

  • Josuel Nascimento
    10 de outubro de 2016 - 02:13 Responder

    e oue fazer ? quando você termina, beleza até ai podemos esquecer a pessoa seguir em frente e esfriar a cabeça, eu não tenho pai nem mãe sou ( orfão ) hoje em dia a questão é, foram tantos anos juntos e eu me apeguei também e amo de coração o sogro e a sogra e principalmente a filha da pessoa que não é minha e o pai de sangue não cuida e você se sente obrigado de coração a cuidar ? … ai você fica sem saída.

  • Bruna Honorato
    21 de outubro de 2016 - 17:51 Responder

    Amei o seu texto fala exatamente o que estou passando .

  • Thais
    26 de outubro de 2016 - 01:01 Responder

    O mais triste é quando essa pessoa que “te suga” é da sua família…

  • Brenda
    15 de janeiro de 2017 - 13:44 Responder

    Descreve e exatamente a minha situação, as vezes cheguei a pensar que o problema era comigo, mas existem pessoas que não se colocam no lugar do outro e não conseguem ser felizes vendo a felicidade do outro.

  • Paulo Eduardo
    16 de janeiro de 2017 - 15:44 Responder

    Tb tive uma pessoa que acreditei que fosse Elaa minha Companheira eterna,
    Investi nela tudo o que não fiz para os Meus… Durante anos!!
    Mas essa pessoa mostrou-se extremamente sagaz e vulgar para sugar -me tanto financeira qto amorosamente meus sentimentos,E DEPOIS PELA SEGUNDA VEZ, MOSTRAR-SE O QUE ERA A REALIDADE DELA!!
    Egocêntrica e CHEIA DE SI MESMA E DEPOIS ME ENXOTANDO COMO SE FOSSE APENAS UM PAPEL. Descartavel!!
    Aí esse comentário se encaixou direitinho, que devemos eliminar esses (as) , PULHAS QUE NÃO MERECEM JAMAIS LAMBER NOSSOS PÉS!!!

  • Alciene Martins Silva
    26 de julho de 2017 - 08:23 Responder

    É preciso ter amor próprio acima de tudo.Quando não há respeito e consideração, quando há competição, necessidade de se sentir superior, arrogância, críticas destrutivas, explosões emocionais violentas e quando a sua presença irrita e incomoda o outro; o melhor é ir embora e se afastar. Você pode amar de longe, desejando o bem e principalmente protegido de se machucar novamente.

  • Reginaldo mota Junior
    17 de julho de 2018 - 19:19 Responder

    estou vivendo a um ano esse dilema essa pessoa me usou enquanto eu tinha um emprego e podia dar conforto a ela e por causa da religião dela que são pessoas cruéis ela me forçou a sair de casa às pressas botou outro homem para ser pai do meu filho e me roubou o último dinheiro que eu tinha da minha rescisão depois de nove anos não esperava isso é difícil esquecer porque faço tudo para conseguir arrumar um novo emprego dar a volta por cima! Mas parece que minha ex está sendo recompensada por toda covardia e mal que me fez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *