Go to Top

Obrigada pelo mal que me fez

♪ Clique aqui para ouvir Gravity enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Olhando para trás, percebo que nunca passei tanto tempo chorando pelo mesmo motivo. Tantas noites pedindo a Deus para escutar minhas orações. Tem dias que tudo em mim já está cheio: o coração cheio de dor, as lágrimas sem parar de cair. São momentos que me torturam e me faz questionar o porquê eu deixei que você me fizesse tão mal.

E é por tudo isso, que eu te agradeço por todo o mal que me fez. Pela decepção, pelos juramentos em vão, por ter feito pouco caso por eu ter te colocado em primeiro lugar.

A verdade é que você me ensinou da pior maneira possível que eu não devo me contentar com tão pouco. Você tirou o meu barco no momento em que eu achei que estava chegando ao meu destino. Tive que recomeçar a nadar. Mesmo assim, obrigada! Eu descobri que sei nadar melhor sozinha.

Eu já sabia que nem sempre as pessoas agem da maneira que esperamos. Mas o que eu não sabia, é que algumas pessoas, simplesmente agem da maneira que lhes é conveniente. Ainda assim, obrigada!

Compreendi que existem coisas que ninguém irá fazer por mim. Ninguém irá me ensinar a acreditar em mim mesma e a descobrir minhas qualidades. Depois de muitas lágrimas, eu descobri também que chorar não é vergonhoso, porque às vezes, nossa força está justamente ali, naquelas lágrimas que escorrem.

A minha vitória começou no momento em que eu decidi mudar. Saí da minha zona de conforto e tornei todas as críticas e sofrimento recebidos como impulsos para minhas novas atitudes. No fim das contas, olha só! Nunca vou esquecer das coisas que você me ensinou de um jeito dolorido. E nunca mais vou deixar ninguém ocupar um lugar que é somente meu.

♥ VEM ACOMPANHAR TAMBÉM
(clique para seguir)
NO INSTAGRAM:
@milenedamata|@aterapiadealice
YOUTUBEFACEBOOKTWITTER

3 Respostas para "Obrigada pelo mal que me fez"

  • Luana
    11 de maio de 2016 - 09:39 Responder

    ” Você me ensinou da pior maneira possível que eu não devo me contentar com tão pouco.”

  • Evelin Paz
    27 de junho de 2016 - 10:20 Responder

    Perfeito!

  • Camila almeida da silva
    9 de março de 2017 - 22:24 Responder

    Nossaa minha vida contada neste texto ….. Lindo foi assim q aconteceu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *