Go to Top

Querida Eu

♪ Clique aqui para ouvir Brave enquanto lê este texto, ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify ♥

Fotografia: Milene da Mata

Querida Eu,
Estive pensando sobre você, digo, sobre mim… sobre nós. Acho que está mais do que na hora de termos uma conversa séria e já te adianto que talvez você não goste de tudo que eu vou dizer (você e essa sua mania de ser sensível demais!), mas não fique chateada, saiba desde já que tudo que eu vou falar será para o seu bem, pois ninguém no mundo quer te ver melhor do que eu.

Em primeiro lugar, pare de se preocupar tanto, ok? Eu sei que você gosta de cuidar de tudo e de todos, mas o mundo é pesado demais pra você carregar nas suas costas. Você não precisa fazer tudo sozinha, delegue funções, peça ajuda – todo mundo precisa de ajuda. Arrume um tempo pra você e valorize mais as suas horas de sono, algumas coisas você pode deixar pro dia seguinte e outras você pode deixar pra lá. Não exija tanto de você, nem seja tão teimosa, existem pessoas e situações que simplesmente não merecem o seu tempo.

Lembre-se diariamente das suas qualidades e não mantenha por perto quem enfatiza os seus defeitos. O mundo está cheio de pessoas frustradas e mal amadas, não deixe que elas te atinjam, porque o seu coração é cheio de amor. Continue a ter fé, corra atrás dos seus sonhos e mesmo que alguém não acredite que você vai conseguir, nunca esqueça: eu acredito! E estarei sempre aqui quando você precisar.

7 Respostas para "Querida Eu"

  • Kelly Marina
    24 de junho de 2016 - 00:49 Responder

    Mii seus textos são prefeitos!
    Me descreveu

  • Ketlin
    24 de junho de 2016 - 22:31 Responder

    ahhhh , quanto amor! preciso imprimir seus textos e colocar nas paredes do meu quarto ler eles todos os dias… eles fazem um bem tremendo ♥

  • Nathalia Martins
    25 de junho de 2016 - 16:49 Responder

    Amei a musica !
    Ri alto com a sua observação sobre a mania de algumas pessoas serem muito sensíveis, realmente é complicado usufruir livremente do nosso direito de ir e vir sem que alguém se sinta ferido/ofendido.

  • Bruna
    28 de junho de 2016 - 06:29 Responder

    Fazia um tempinho que eu não entrava aqui, e agora antes de dormir resolvi entrar.. Me deparei com esse texto, que por incrível que pareça, parece que foi escrito exatamente pra mim, não sei se choro por ter me tocado ou se sorrio por alguém ter colocado em palavras o que eu sinto.. Obrigada Mi, você arrasa em cada texto que escreve, a cada virgula! ♥

  • Ana Luzia de Andrade
    21 de julho de 2016 - 17:06 Responder

    A cada palavra, cada Texto me encontro escondida nos parágrafos. Isso é incrível, também escrevo e você é minha inspiração. Que Deus abençoe todas <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *