Go to Top

Deus é quem sabe de nós dois

♪ Clique aqui para ouvir When We Were Young enquanto lê este texto ♥ (ou clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata completa no Spotify)

– texto de leitor –

Eu juro que queria ter ficado mais tempo no seu abraço, sentir o calor do seu corpo e ter permanecido deitado na sua calma. Queria que o tempo desse uma trégua e respeitasse esse nosso último momento – que nos desse mais mil anos para decidir o que fazer – e aproveitá-los com toda a força. Queria que essas circunstâncias não nos separassem. Talvez seja pedir muito, não sei, eu só queria…

Pedi para Deus cuidar disso tudo, de nós e, talvez, ele tenha feito. Eu só não entendo o motivo de ainda sentir o gosto do seu beijo-morango, da noite que nos despedimos… sinto tanta falta.

fotografia: @milenedamata

Não sei o que o futuro reserva, nem o porquê de não ter acontecido, mas, acredite, estou bem. Sinto que você também está, e é por isso que o meu coração fez as pazes com a minha razão, que deteve os meus impulsos mais fortes; aqueles com vontade de correr para os seus braços e dizer o quanto te amo, que tenho vontade de me debruçar no seu peito e sentir a segurança que sempre passou para a minha alma.

Não consigo mais questionar esse fato, pois resolvi confiar tudo aos céus e descansar. Descansar sabendo que se tiver de acontecermos, aconteceremos. Que se você for esperar por mim – assim como sinto que tenho de esperar por você – é a confirmação de tudo que sempre quis certeza. É doído. Desatina, sim, no entanto, vou aprendendo com isto. Vou perdendo o medo de arriscar que tinha antes de você. Vou vivendo, olhando se os sinais são ao nosso favor. E caso não, entenderei maduramente que o tempo preparou alguma coisa além desse meu pequeno querer. E vai ser bom. Sempre é quando se tem calma e serenidade.

Espero que fique tudo bem por aí também, que esteja pensando o melhor de nós e que, se realmente não der, saberá prosseguir. Saberá que caminho seguir, assim como eu. E que a gente se esbarre na rua, na cafeteria ou na loja de discos, sempre com sinceridade no sorriso e o brilho no ar. Sem medo de perguntar se há alguém, se está num relacionamento. Caso a resposta seja um duplo não, esse, talvez, seja o sinal para recomeçar. O ponto de partida e a tentativa de amar – sem precisar parar – só deixar.

Texto lindo enviado pelo leitor Carlos Oliveira. (: Quer ver seu texto aqui também? Envie para contato@aterapiadealice.com, mensalmente nossa equipe seleciona alguns textos de leitores para publicarmos aqui no blog.

♥ VEM ACOMPANHAR TAMBÉM
(clique para seguir)
NO INSTAGRAM:
@milenedamata|@aterapiadealice
YOUTUBEFACEBOOKTWITTER

Uma Resposta para "Deus é quem sabe de nós dois"

  • EC
    7 de junho de 2019 - 05:38 Responder

    Carlos, Parabéns!!!

    Que lindo texto, estou com o coração e em uma situação semelhante, sou do sexo masculino, porém acho que são poucos homens que tem a sensibilidade de ler um texto desse teor, muito mais que se identificar, é saber que na sociedade machista, nao ha problema nenhum em abrirmos nosso corações, espero que assim como o texto, “NÓS” também possamos recomeçar.

    Abraços e obrigado pelo texto.

Deixe uma resposta para EC Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *